Tecnologia Ethereum prospera à medida que a EEA adiciona suporte à indústria legal

Um dos principais consórcios Ethereum Blockchain ficou um pouco mais forte. Ontem, 14 de agosto, a Enterprise Ethereum Alliance (EEA) anunciou a adição de 14 novos membros ao seu Grupo de Trabalho da Indústria Legal.

Onze dos principais escritórios de advocacia e três instituições acadêmicas, incluindo a Escola de Direito Cardozo, Duke Center on Law & Technology e o Departamento de Estudos Jurídicos e Ética Empresarial da Escola Wharton da Universidade da Pensilvânia, entraram no Grupo para ajudar a desenvolver o Ethereum em uma tecnologia em nível empresarial.

Eles farão isso fornecendo R&D em uma variedade de áreas, incluindo privacidade, confidencialidade, escalabilidade e segurança.

Junto com as prestigiadas instituições acadêmicas, os escritórios de advocacia que se associaram incluem Cooley, Debevoise & Plimpton, Goodwin, Hogan Lovells, Holland & Knight, Jones Day, Latham & Watkins, Morrison & Foerster, Perkins Coie e Shearman & Sterling.

Aplicações Ethereum de nível empresarial

Com o crescente interesse em Blockchain de profissionais legais, a EEA considera este movimento como crítico para a construção de aplicativos Ethereum de nível empresarial que sejam legalmente compatíveis no futuro.

De acordo com Aaron Wright, presidente do Grupo de Trabalho da Indústria Legal da EEA, Professor Associado de Clínica e Co-Diretor do Projeto Blockchain da Escola de Direito da Cardozo e cofundador do projeto de contrato inteligente OpenLaw:

"Os advogados estão preparados para servir como catalisadores da tecnologia Blockchain e o Grupo de Trabalho Legal servirá como um espaço neutro para explorar a tecnologia legal baseada em blocos, desenvolver padrões para acordos legais "inteligentes", apoiar casos emergentes de uso empresarial e enfrentar importantes questões políticas levantadas por esta nova tecnologia impactante".

Indo para a frente, os contratos inteligentes compatíveis com a lei serão de extrema importância, uma vez que as regulamentações alcançam a tecnologia Blockchain e os aplicativos de nível empresarial tornam-se mais difundidos.

Os 14 escritórios de advocacia e instituições acadêmicas irão se alinhar com algumas das maiores e mais importantes empresas do mundo, incluindo algumas das que estão listadas abaixo. Atualmente, existem mais de 150 membros na aliança.

Logo

Dos membros atuais da EEA, BNY Mellon, ConsenSys, ING e JPMorgan Chase & Co. também se juntarão ao departamento jurídico do EEA.

Ele se concentrará em alavancar seus laços da indústria para educar sobre como desenvolver e padronizar versões privadas do Ethereum Blockchain. Isso pode, por sua vez, ser usado para desenvolver contratos inteligentes padronizados e promover uma adoção em massa mais rápida da tecnologia.

Esta é apenas a última das recentes adições ao EEA. Em julho a MasterCard, o ScotiaBank e a Cisco Systems também se tornaram membros da aliança.