'Nesse mundo louco, bitcoin é uma ótima pedida', diz especialista da Empiricus indicado investimento no BTC

O engenheiro e especialisa em criptomoedas da Empíricus, Andre Franco, destacou em um texto publicado no dia 05 de setembro, que investir em Bitcoin pode ser uma alternativa para manter o valor do dinheiro em momentos de crise econômica.

De acordo com o especialistas como o valor de uma moeda nacional é fiduciário, ele depende unicamente da crença de que aquela determinada economia é saudável, desta forma, situações políticas adversas ou má decisões de lideres podem fazer o valor de uma moeda nacional despencar como é o caso da Venezuela e, mais recentemente, da Argentina.

"Como o valor da moeda é basicamente fiduciário e depende da fé daqueles que a usam, uma vez perdida essa crença, perde-se o valor. E essa falta de fé já mostra os seus primeiros sinais, não apenas em moedas mais fracas, mas também no dólar"

Portanto, para se prevenir deste tipo de 'ameaça' e 'salvar' o valor de seu dinheiro, Franco acredita que o melhor é investir em ouro.

Países do mundo todo seguem aumentando suas reservas de ouro, e alguns investidores mais atentos também. Eu me incluo nesse grupo — com ouro em “mãos” — e aconselho que você também faça o mesmo"

Entretanto, além do metal precioso o especialista indica investimentos em Bitcoin como uma 'ótima pedida' como reserva de valor.

"Nesse mundo louco, ter ouro como segurança e bitcoin como opcionalidade é uma ótima pedida", finaliza.

Como noticiou o Cointelegraph, enquanto em 2018 o bear market dominou o ano levando o BTC a ser negociado abaixo de US$ 4 mil depois de uma alta que chegou a US$ 20 mil, uma análise dos dados de 2019 mostra que o Bitcoin valorizou durante todos os meses do ano.

Apesar das oscilações ao analisar o quadro geral, com um corte mensal é possíveil ver um aumento gradual em seu valor, como mostra o pefil de Steve B, no twitter.

!Feb $3,391; March $3,733; April $4,096; May $5,347; June $7,564; July $9,163 e Aug $9,427" destacou.

Desde o início de 2019 o Bitcoin também tem observado uma atividade crescente em sua mineração que, recentemente a taxa de hash, que mede o poder de computação geral envolvido no processamento de transações do Bitcoin, passou de 80 quintilhões de hashes por segundo em agosto e atualmente está em pouco menos de 90 quintilhões. Em julho de 2018, o número era de cerca de 40 quintilhões.