Em nova polêmica, policia dos EUA afirma ter encontrado cocaína, heroína e metanfetamina na sede da Tesla

Depois de aparecer fumando maconha em um programa nos EUA, Elon Musk, fundador da Tesla, está envolvido em uma nova polêmica. Polícias dos EUA afirmaram ter realizado uma busca na sede da Tesla que resultou na apreensão de diversas drogas como heroína, cocaína e metanfetamina, segundo publicação do portal Futurism.

Musk que no início do ano declarou que a estrutura do Bitcoin é brilhante também disse que o BTC é uma maneira muito melhor de transferir valor do que pedaços de papel.

Segundo a publicação a investigação teria sido motivada justamente por conta da aparição de Musk fumando maconha no programa de rádio. Ainda segundo os polícias a Tesla seria um lugar onde as drogas seriam 'liberadas' pois afirmaram ter encontrado drogas, pertencentes aos funcionários, expostas por toda a empresa.

Teria sido encontrado cachimbos nos banheiros, sacos de metanfetamina espalhados pela empresa. O 'achado' da Polícia teria feito Musk enviar um e-mail, esta semana, para todos os funcionários alertando que o consumo de drogas não seria tolerado na Tesla. O tráfico e consumo de drogas dentro da Tesla já havia sido denunciado no ano passado por um ex-funcionário.

Como noticiou o Cointelegraph, Elon Musk anunciou seu apoio à candidatura de Andrew Yang na corrida presidencial dos EUA, cujas eleições acontecem no ano que vem. Yang é conhecido, entre outras coisas, por suas posições a favor do Bitcoin e das criptomoedas, como já mostrou o Cointelegraph.

Confira mais notícias