Firma de ativos digitais do fundador do TechCrunch adquire fundo privado com foco em cripto

Empresa de gestão de ativos digitais Arrington XRP Capital se fundiu com o cripto fundo privado e casa de pesquisa ByteSize Capital, de acordo com um anúncio oficial publicada em 27 de março.

Com a fusão, os cofundadores da ByteSize Capital, Ninor Mansor e Ninos Mansor, também se juntaram à Arrington XRP Capital como parceiros, juntamente com os sócios fundadores Heather Harde e Michael Arrington.

De acordo com os termos da aquisição, a Arrington XRP Capital assumirá a suíte proprietária de investimentos da ByteSize para navegar nos mercados de criptomoeda, acumulando dados e backtesting quantitativo. Os sistemas acima mencionados serão adicionados à estrutura de investimentos existente da Arrington XRP Capital.

A fusão foi supostamente possibilitada por um investimento recente de US$ 30 milhões dos principais parceiros limitados da Arrington XRP Capital, de acordo com a CoinDesk, empresa de mídia focada em criptomoeda. Ninos Mansor supostamente comentou sobre a aquisição dizendo que “uma coisa que se destacou para nós quando discutimos uma fusão foi o fato de que eles estão trabalhando juntos há mais de uma década. Dois surtos tecnológicos lhe dão cicatrizes e julgamentos que você simplesmente não consegue replicar.

Em janeiro, a Arrington XRP participou de uma rodada de financiamento do agregador de câmbio descentralizado (DEX), a Totle. Michael Arrington - O fundador da Arrington XRP Capital e fundador da TechCrunch - disse então que a plataforma focada em DEX “é uma parte importante do futuro da economia blockchain [que] permite que usuários e organizações iniciem transações seguras e não custodiais”.

A Arrington XRP Capital aumentou US$ 100 milhões em 2017, segundo Arrington. O fundo - que obriga os parceiros a investir na Ripple (XRP) para transações de distribuição, bem como em comissões - troca e detém ativos de criptomoeda, e investe em vendas de títulos, ações e dívida.