Sicred acaba com notas e moedas e lança o primeiro banco 'sem dinheiro' do Brasil

A Sicred anunciou que lançará na segunda-feira, 21 de outubro, a primeira agência bancária 'sem dinheiro do Brasil, conforme comunicado enviado ao Cointelegraph em 18 de outubro.

O movimento da Sicred faz parte de um contexto mais amplo que envolve a digitalização da economia e do dinheiro que vem em curso com soluções como cartão de crédito e débito, pagamentos digitais e ganhou ainda mais tração com criptomoedas, stablecoins, CBDCs e os prognósticos de internet das coisas.

Segundo o comunicado, a agência será inaugurada no município de Inácio Martins, no Paraná e terá um conceito chamado pela Sicred de "Smart" no qual todas as soluções financeiras, como conta corrente, crédito geral e agrícola, investimentos, seguros, consórcios, cartões de crédito e depósito de cheques, serão realizadas sem movimentar nem um centavo em espécie na agência física.

Tudo será feito no ambiente online por meio do internet banking e do aplicativo da empresa. Ainda segundo a Sicred, todos os associados contaram com cartões de crédito Visa ou Mastercard sem anuidade e, tanto as empresas como os profissionais autônomos associados, contarão com a máquina de cartões sem mensalidade.

“Além de estarmos mais próximos dos associados ofertando soluções adequadas ao seu momento financeiro, queremos fechar o ciclo do dinheiro, possibilitando que a população possa receber seu salário/receitas e pagar suas contas pessoais de forma simples, rápida e segura, sem precisar do dinheiro em papel”, explicou o diretor executivo da Sicredi Centro Sul PR/SC/RJ, Helton Cesar Kolecha,

Ainda segundo o Sicred haverá WiFi à disposição dos associados e poupadores no interior da agência e quem ainda desejar realizar movimentações financeiras em espécie deverá se dirigir a agências credenciadas ou procurar outras cidades. Na agência "Smart" dinheiro físico não entra.

A Sicred declarou ainda que este modelo já é usado em cidades da China e Índia, o cashless cities (cidades sem dinheiro, em tradução livre), a empresa já realizou uma espécie de teste do sistema em Cafeara (PR) e os resultados foram positivos levando a instituição a ser convidada pela ONU a apresentar o case durante um evento realizado em julho em Nova York.

Como noticiou o Cointelegraph, a gigante japonesa do comércio eletrônico Rakuten fez uma parceria com a maior empresa ferroviária do Japão, a East Japan Railway Company (JR East), para promover pagamentos em dinheiro. Por meio da parceria será possível comprar passagens diretamente pelo aplicativo do e-commerce sem a necessidade do uso do dinheiro físico.