Ministra diz que doações a políticos em criptomoedas não são ilegais no Japão

Sanae Takaichi, Ministra de Assuntos Internos e Comunicações do Japão, declarou que as doações individuais em criptomoedas a políticos não são ilegais no país - ao contrário daquelas feitas em dinheiro ou valores mobiliários.

Segundo uma matéria da Reuters em 8 de outubro, Takaichi deu a declaração em uma coletiva de imprensa ocorrida no mesmo dia. Durante a coletiva, ela teria dito que doações de criptomoedas não estão sujeitas a divulgação sob a Lei de Controle de Fundos Políticos do país.

“Não” para dinheiro e valores mobiliários, “Sim” para criptomoedas

Segundo a matéria, Takaichi explicou que as leis do Japão proíbem doações para políticos em moedas fiduciárias e valores mobiliários, e observou que os criptoativos "não se enquadram em nenhuma das opções acima e não limitam doações". Ela ainda foi questionada sobre as possíveis implicações negativas desta regulação, ao que Takaichi respondeu:

"Como resolver esse problema limitaria as atividades políticas dos políticos, esse problema será discutido por cada partido e cada grupo."

Como o Cointelegraph noticiou em 2 de outubro, uma política nascida no Brasil e candidata à Câmara dos Deputados dos Estados Unidos em 2020 está aceitando doações de criptomoedas para concorrer contra a atual Presidente da Câmara Nancy Pelosi.