Espólio de Kleiman vai despejar US$ 2 bilhões em Bitcoin no mercado, de acordo com Craig Wright

O preço do Bitcoin (BTC) pode enfrentar uma nova volatilidade se a gigantesca multa fiscal de US$ 2 bilhões que Craig Wright tem que pagar vier do despejo de 200.000 moedas no mercado.

Wright, que foi chamado às falas após alegações de que ele roubou US$ 10 bilhões do ex-parceiro de negócios Dave Kleiman, agora deve pagar a sua viúva metade dessa quantia, ou 500 mil BTC.

O pagamento, que foi uma ordem do magistrado Bruce Reinhart, atrairá uma alíquota de 40%, que a propriedade de Kleiman terá que pagar.

Wright alega que o imposto sobre imóveis forçará a Kleiman a vender Bitcoin

Enquanto o australiano afirmou que não venderia os US$ 5 bilhões em BTC no mercado aberto, o que poderia levar a uma queda, a fonte dos US$ 2 bilhões restantes ainda é desconhecida.

A alternativa, que ele não descartou em uma entrevista à revista fintech Modern Consensus, seria que Ira Kleiman pagasse tudo em dinheiro em troca.

"Uau! O imposto de propriedade é de 40%. A menos que Ira tenha US$ 2 bilhões em dinheiro, ele terá que despejar 2 milhões em BTC para pagar os impostos”, exclamou o entrevistador na primeira conversa com Wright desde a ordem judicial.

A resposta de Wright foi curta e grossa.

"Sim", disse ele.

Baseado em nada?

A decisão traz à tona um desastre que se arrasta há anos e envolveu um número crescente de terceiros cada vez mais distantes de Wright e de sua comitiva.

Em face de múltiplas alegações de fraude nas redes sociais, Wright até começou a processar aqueles que discordavam de sua suposta prova de que ele criou o Bitcoin. Esses processos não deram em nada, enquanto esta semana, os que apoiavam publicamente as declarações originais de Wright simplesmente desapareceram.

Apenas Calvin Ayre, o maior defensor da altcoin de Wright, o Bitcoin SV (BSV), continuou argumentando que ele era Nakamoto.

“O juiz decidiu que Craig e Dave são Satoshi. Isso não é preciso, mas é suficiente para que Craig seja referido com precisão como Satoshi, e provavelmente haverá uma apelação a isso”, escreveu ele no Twitter.

Um grande número de respostas dispensou imediatamente os comentários. O empresário do Reino Unido Alistair Milne descreveu as palavras de Ayre como mentiras puras e simples.

“O tribunal dos EUA *NÃO* determinou que Wright/Kleiman fossem Satoshi Nakamoto. Alguém que te diga o contrário é insano ou mentiroso”, "tuitou" ele.

No que será uma fonte de satisfação pessoal para as vítimas legais anteriores de Wright, enquanto isso, uma pessoa presente na audiência concluiu que agora não era injusto rotulá-lo como uma fraude.

Citando o testemunho de Kleiman, Katie Ananina escreveu em um resumo do processo:

“Agora eu sei que é certo dizer #craigwrightéumafraude e não entrar em apuros. Isso foi dito em uma corte federal.

Ananina observou que o juiz também descartou a alegação de Wright de que ele seria capaz de provar que ele tinha acesso às chaves privadas reforçando sua reivindicação de Nakamoto em janeiro de 2020.