Com forte presença no Brasil, PundiX lança celular 100% em blockchain que também 'roda' Android
Inscreva-se

A startup baseada na promoção de serviços com Bitcoin e criptomoedas, PundiX lançou oficialmente seu smartphone que pode realizar tarefas 100% em blockchain, o BOB, segundo um comunicado de imprensa compartilhado com o Cointelegraph em 30 de novembro.

Segundo o comunicado o BOB (Blok on Blok) executa dois sistemas operacionais ao mesmo tempo, Android e o sistema em blockchain desenvolvido pela PundiX, o functionX. Desta forma, será possível, a qualquer momento, 'trocar' o sistema operacional e ter acesso a recursos diferentes.

Enquanto no Android as funções e aplicações funcionam de forma 'convencional' quando o usuário 'troca' para o functionX, recursos como mensagens, chamadas, navegação na Internet e compartilhamento de arquivos serão todos transacionados usando Blockchain, oferecendo aos usuários controle total de seus dados, "recuperando a privacidade de dados com o BOB", diz a empresa.

Por meio do functionX que também combina recursos de chamadas por meio de IP é possível ligar para qualquer pessoa sem a necessidade de uma operadora. O BOB também vem com uma Qualcomm Snapdragon GPU 512 com endereçamento de 64 bits.

Seu armazenamento é composto de 6 GB de RAM e 128 GB de ROM, que pode ser expandido para 512 GB, tela de toque AMOLED de 4,97 polegadas, resolução HD (1920 x 1080 pixels) com uma proporção de 16: 9, bateria de 3300mAh, uma câmera traseira de 48MP com abertura F / 2.0 e uma câmera frontal de 16MP com abertura F / 2.2, sensor de impressão digital, um fone de ouvido de 3,5 mm e um alto-falante, além de suporte para até dois cartões nano SIM, juntamente com os recursos NFC e Bluetooth.

“Na Pundi X, acreditamos em aproveitar a tecnologia blockchain e encontrar maneiras de integrá-la à vida cotidiana das pessoas e torná-la melhor. Para este fim, nunca paramos de procurar maneiras de encontrar e criar novos aplicativos para blockchain. É este espírito que nos levou a criar o primeiro dispositivo de ponto de venda acionado por blockchain do mundo. E hoje é isso que nos levou a trazer blockchain para o mundo da telefonia, transmissão de dados e armazenamento; um mundo muito além das transações e transferências financeiras.”, destacou Pitt Huang, cofundador da empresa.

Cada dispositivo no ecossistema Function X será um nó e cada um terá seu próprio endereço e chave privada, unicamente vinculados aos seus nomes de nós, não muito diferentes dos endereços URL e IP tradicionais.

Uma vez cadastrado, se alguém quiser acessar os dados públicos de um usuário ou algum conteúdo disponibilizado por ele, pode digitar FXTP: