Usuários da Coinbase Wallet podem fazer backup de chaves criptografadas no Google Drive e no iCloud

Os usuários da carteira Coinbase Wallet agora podem fazer backup de suas chaves privadas no Google Drive ou no iCloud, de acordo com um anúncio oficial em 12 de fevereiro.

No comunicado, a Coinbase afirma que permitir que os usuários façam o upload de suas chaves para uma nuvem fornece uma proteção a mais contra chaves perdidas e vai ajudá-los a evitar a perda de fundos caso não se tenha mais acesso a elas. O anúncio observa:

“As chaves privadas geradas e armazenadas no seu dispositivo móvel são a única maneira de acessar seus fundos na blockchain. Os proprietários de "carteiras controladas pelo usuário", como a Coinbase Wallet, às vezes perdem seus dispositivos ou não conseguem fazer backup de suas frases de recuperação de 12 palavras em um local seguro, perdendo, assim, seu dinheiro para sempre".

Agora, os usuários da Coinbase Wallet podem armazenar uma cópia criptografada da frase de recuperação em suas contas na nuvem. A Coinbase observa que nem eles nem os serviços em nuvem terão acesso aos fundos dos usuários, pois a chave de frase de recuperação é desbloqueada por uma senha de conhecimento apenas do usuário. O backup é supostamente criptografado com criptografia AES-256-GCM, que só é acessível através do aplicativo móvel da Coinbase Wallet.

A Coinbase observa que, além do Google Drive e do iCloud, eles expandirão o suporte a outros serviços de nuvem no futuro. O recurso é um serviço opt-in que não substitui ou suplanta a opção de recuperação original.

No início deste mês, a exchange de criptomoeda QuadrigaCX entrou com um pedido de concordata após a morte de seu fundador, Gerald Cotten. Cotten foi declarado o único executivo responsável pelas chaves e carteiras frias da exchange e, após sua morte, a exchange não conseguiu acessar US$ 145 milhões em ativos digitais que supostamente eram necessários para permanecer solvente.

Hoje, foi revelado em um relatório da Ernst & Young que a empresa de auditoria do "Big Four" - que foi nomeada observadora do processo de concordata da Quadriga - recuperou vários dispositivos eletrônicos usados ​​por Cotten, incluindo chaves USB criptografadas.

Em janeiro, a Coinbase adicionou recursos para clientes nos Estados Unidos para reivindicar transações de cripto em seus impostos. O serviço de exchange de criptomoedas e de carteira eletrônica adicionou um guia educacional sobre cripto e impostos, além de integrar o popular software fiscal TurboTax.