Coinbase garante patente para sistema que identifica contas suspeitas

A Coinbase recebeu uma patente de um sistema que identifica e sinaliza contas não compatíveis.

Um registro no Escritório de Marcas e Patentes dos Estados Unidos em 19 de novembro, detalha um sistema que contém um modelo de pontuação que “determina uma pontuação de conformidade para cada uma das contas, com base nos respectivos fatores associados à respectiva conta”. O sistema compara a pontuação de conformidade de cada conta para detectar aquelas que não cumprem os padrões de compliance.

Eliminando contas não compatíveis

Depois que o sistema identifica contas supostamente não compatíveis, avalia se elas são boas ou ruins, entra em análise em um sistema de feedback e decide se deve ou não fechar a conta.

“Um investigador pode determinar se uma conta está sendo usada para atividades ilícitas, pesquisando as partes da transação que recebem ou enviam pagamento, e determinando se essas partes estão regularmente envolvidas em atividades ilícitas. Por exemplo, pode ser relativamente fácil determinar que uma parte que está enviando ou recebendo pagamento está no negócio de realizar serviços online que podem ser ilegais.”

De acordo com o relatório da CipherTrace para o terceiro trimestre de 2019, o volume total de fraudes e roubos relacionados à criptomoedas resultou em perdas no valor de US$ 4,4 bilhões em 2019. 

No início de novembro, um advogado e consultor jurídico da startup financeira descentralizada Compound Finance, Jake Chervinsky, levantou a questão de expor o público a riscos de vazamentos de dados através de requisitos utilizados pelo KYC. Ele explicou que o KYC ajuda a justiça a rastrear transações ilegais, mas também expõe o público a hackers, phishing e roubo de identidade.