Serviço de custódia da Coinbase anuncia suporte mainnet para token KIN

O Coinbase Custody, serviço de custódia da Coinbase, anunciou suporte imediato para a iteração mainnet do token KIN nesta terça-feira, 30 de abril.

Como informado anteriormente pelo Cointelegraph, o KIN é uma criptomoeda criada pela organização canadense Kik Interactive, da Kik Messenger. O token foi originalmente desenvolvido nas redes Ethereum e Stellar e agora opera em sua própria blockchain (um fork da Stellar).

"Os detentores do KIN agora podem se beneficiar da plataforma de armazenamento offline e da cobertura de seguro líderes do mercado da Coinbase Custody", afirma o anúncio.

O Coinbase Custody é um serviço de custódia fornecido pela plataforma Coinbase, de São Francisco. O serviço foi anunciado pela primeira vez em 16 de novembro de 2017 e lançado em 2 de julho de 2018. Como abordamos anteriormente, seu principal objetivo foi fornecer segurança robusta de ativos de criptomoedas, que segundo a Coinbase tem sido a "preocupação número um" dos investidores institucionais. 

Em 2019, a Coinbase Custody continuou a expandir suas capacidades. O serviço tornou-se diretamente integrado com a mesa de negociação balcão (OTC) da Coinbase com a intenção de acelerar o processo de acesso dos aos fundos offline. O Coinbase Custody também começou a migrar para o staking, que as redes de criptomoedas Proof-of-Stake (PoS) usam para incentivar a atividade do usuário.