Apresentador da CNBC diz-se otimista de que o Bitcoin chegará a US$ 55.000 até o próximo halving

O ex-crítico do Bitcoin (BTC) Joe Kernen fez uma previsão de que a moeda poderia chegar a US$ 55.000 até maio de 2020, a data do próximo halving do Bitcoin.

O coapresentador do programa Squawk Box parece ter sofrido uma conversão completa e hoje é um entusiasta do Bitcoin, surpreendendo o convidado do programa - Katie Stockton, sócio-gerente da Fairlead Strategies - em 29 de julho com sua previsão de que a moeda poderia ver um aumento de 500% no preço de sua próxima cortando a metade.

O planejado halving do Bitcoin em maio de 2020 vai estabelecer que as recompensas de mineração sejam reduzidas pela metade — de 12,5 BTC para 6,25 BTC — acontecimento que reduzirá drasticamente a oferta da moeda.

Kernen previu que a crescente escassez catalisará uma demanda maior, defendendo ainda que princípios clássicos do mercado ainda se aplicam aos ativos cripto - da mesma forma que os metais preciosos escassos, como ouro e prata.

Analistas consideram o halvin como fator otimista de preços

A hipótese de que o halving do Bitcoin será importante para impulsionar a valorização do preço do ativo é apoiada em seu desempenho histórico, incluindo dados do último halving, em julho de 2016.

Diversos analistas disseram recentemente que o par BTC/USD deve seguir uma trajetória de consolidação de curto prazo. Em seguida, será seguido pelo halving, que levará o Bitcoin de volta a US$ 20.000.

O cofundador da Morgan Creek Digital Assets, Anthony “Pomp” Pompliano, disse que o acontecimento - em combinação com uma "sequência de tendências que já estamos vendo" em geral - poderia fazer com que o preço do ativo chegue em US$ 100.000 até o final de 2021.

Cada vez mais otimista

No começo deste ano, Joe Kernen tornou-se um herói imprivável e autoproclamado entusiasta do Bitcoin, quando disse que a planejada stablecoin Libra do Facebook "não o emociona nem um pouco". Ele diz que, diferentes de ativos atrelados a moedas fiduciárias, são as redes blockchain usadas pelas principais moedas que agregam o valor inerente às criptomoedas como o Bitcoin.

Kernen tem se revelado cada vez mais otimista, hoje recebendo Antony Pompliano em um episódio do Squawk Box, dizendo que o “primeiro país a comprar Bitcoin forçará outros a correrem atrás do prejuízo”.

No momento, o Bitcoin é negociado na faixa de US$ 9.600 — alta de 0,6% no dia, segundo o Índice de Preços do Bitcoin do Cointelegraph.