Circle divulga auditoria sobre reservas em dólar da stablecoin USDC

A Circle, empresa financeira de criptomoedas apoiada pelo Goldman Sachs, publicou uma nova auditoria de terceiros de sua stablecoin lastreada em USD, a USD Coin (USDC). A empresa informou a atualização em um post da última sexta-feira, 17 de maio.

O USD Coin é um token baseado no Ethereum compatível com o padrão ERC20 que foi anunciado pela primeira vez em maio do ano passado e lançado em setembro.

De acordo com o anúncio desta semana, a auditoria das reservas fiat da moeda foi conduzida pela grande firma de contabilidade Grant Thornton LLP, sediada em Chicago.

O relatório divulgado pela empresa afirma que em 30 de abril de 2019 às 23h59 (Hora do Pacífico) havia 293.184.174 USDC emitidos e US$ 293.351.374 em reservas da empresa. Por fim, a firma de auditoria afirma que, no período especificado acima, os tokens USDC emitidos e em circulação não excederam o saldo dos dólares americanos mantidos em custódia.

De acordo com os dados do CoinMarketCap, a capitalização de mercado do USDC atualmente excede US$ 359 milhões e está acima 40% em relação ao valor informado há um mês.

No final de abril, os advogados da empresa por trás da stablecoin Tether (USDTinformaram que a moeda tem dinheiro suficiente para sustentar três quartos de sua oferta crescente.

Como informado pelo Cointelegraph ontem, a gigante das redes sociais Facebook criou uma nova fintech, a Libra Networks LLC, para trabalhar em sua suposta stablecoin.

No início desta semana, François Villeroy de Galhau, presidente do Banco da França, manifestou interesse nas stablecoins, afirmando que o banco está "observando [os desenvolvimentos] com grande interesse."