China emite primeira fatura aprovada pela Autoridade Tributária no Blockchain

A primeira fatura digital no blockchain foi lançada na China na cidade de Shenzhen, no sudoeste do país, informou a plataforma de notícias local EEO em 10 de agosto.

Esta é a primeira implementação de um ecossistema de blockchain piloto para faturas que foi desenvolvido pela Tencent — o desenvolvedor da plataforma de mídia social WeChat de 1 bilhão de usuários — juntamente com o Departamento de Tributação Municipal de Shenzhen.

Este é um piloto único que recebeu a aprovação oficial da Administração Tributária do Estado e foi projetado para uso abrangente por consumidores, comerciantes e autoridades fiscais, de acordo com a EEO. Na China, as faturas oficiais são apelidadas de “fapiao”, indicando que foram emitidas pelo Departamento de Impostos Chinês para bens e serviços adquiridos no país.

O EEO informa que a fatura de estreia foi emitida em 10 de agosto por um restaurante local de Shenzhen. Vários outros comerciantes locais já receberam acesso ao sistema, incluindo um estacionamento, oficina de reparação de automóveis e café.

O sistema permitia que um pagamento do consumidor via WeChat gerasse uma fatura que seria elegível para inspeção e gerenciamento pelas autoridades fiscais. Cai Yunge, gerente geral de blockchain da Tencent, é citado pelo EEO dizendo que o novo sistema alcança um elo sem atrito entre cenários de consumo e serviços fiscais.

No cenário tradicional, o processamento de uma fatura envolve etapas múltiplas e um tanto complicadas, observa o EEO. Quando um consumidor conclui uma determinada transação, ele deve aguardar até que o comerciante gere a fatura, arquive-a com segurança, preencha um formulário de devolução no Departamento Financeiro, espere o retorno ser processado e receba as devoluções.

Usar uma fatura eletrônica habilitada para blockchain significa que o consumidor pode gerenciar todas essas etapas usando um clique no aplicativo WeChat após a finalização da compra e, em seguida, poder rastrear seu status de reembolso em tempo real, gravações do EEO.

Como observa a EEO, a inovação básica da blockchain de fornecer um sistema de manutenção de registros imutável e transparente é altamente consistente com o processo de supervisão de faturas, pois rastreia efetivamente a origem, autenticidade e contabilidade das faturas, resolvendo assim os problemas de excesso de relatórios e outras inconsistências reportes falsos e outras inconsistências no processo de circulação de faturas.

A tecnologia também tem a vantagem de melhorar a privacidade dos dados por meio de métodos de criptografia e fornecer uma racionalização econômica geral dos processos.

A Cointelegraph informou anteriormente sobre a cooperação contínua da Tencent com a Secretaria Municipal de Administração Tributária de Shenzhen para estabelecer um Laboratório de Inovação “Impostos Inteligentes” focado na modernização da gestão tributária e na luta contra o “fapaio” fraudulento com a tecnologia blockchain.