Governo de Shenzhen faz parceria com a Tencent para combater a fraude fiscal com o Blockchain

A Secretaria Municipal de Administração Tributária de Shenzhen firmou parceria com a empresa de tecnologia Tencent, segundo anúncio oficial em 25 de maio. A parceria visa estabelecer um Laboratório de Inovação "Inteligente Tributária" voltado à modernização da gestão tributária e combate à fraude fiscal com tecnologia blockchain.

No dia 24 de maio, o regulador chinês e a Tencent assinaram um acordo para estabelecer um Laboratório de Inovação “Imposto Inteligente”. A organização recém-descoberta empregará computação em nuvem, inteligência artificial, blockchain e big data para melhorar o gerenciamento de impostos e encontrar uma solução tecnológica para o fapiao fraudulento, de acordo com a China Money Network.

Um fapiao é uma fatura oficial emitida pelo Departamento de Impostos da China para bens e serviços adquiridos no país, o que ajuda o governo a rastrear pagamentos de impostos. No entanto, existe um grande mercado subterrâneo no país para fapiao falsificado ou copiado. Os compradores usam recibos fraudulentos para evadir impostos ou fraudar empregadores, alegando despesas falsificadas pelas quais são reembolsados.

De acordo com a China Money Network, os fornecedores de fapiao falso podem ser encontrados facilmente em áreas urbanas lotadas, como saídas de metrô e mercados ao ar livre.

A solução de fatura digital baseada no blockchain da Tencent será supostamente o primeiro produto do laboratório, bem como a primeira pesquisa baseada em blockchain do país sobre a aplicação de faturas. Li Wei, vice-diretor do Departamento Municipal de Tributação de Shenzhen, disse:

“A fatura digital baseada na tecnologia blockchain possui recursos como a rastreabilidade completa de todo o processo e informações não disruptivas, que, de acordo com a lógica da fatura, podem efetivamente evitar falsas faturas e melhorar o processo de supervisão de faturas.”

Desde 2015, a Tencent usou sua tecnologia para ajudar agências fiscais locais na China. Residentes de Shenzhen podem usar o aplicativo WeChat, muito popular para declarar e pagar impostos, bem como para obter fapiao.

No início desta semana, o Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação da China publicou um White Paper da Blockchain Industry, revelando que a indústria doméstica de blockchain viu um crescimento “exponencial” em 2017. O relatório afirma que “a tecnologia blockchain subiu para o nível nacional de ciência e tecnologia.”, observando que a política e a estrutura regulatória da China para blockchain “melhoraram gradualmente”.