Transparência e análise de dados fortalecem a confiança nas criptos, diz executivo da Chainalysis

Jesse Spiro, chefe de políticas globais da empresa de análise de blockchain Chainalysis, disse que acredita que a transparência fortalece a confiança com relação às criptos.

Falando ao Cointelegraph, Spiro abordou a preocupação geral de que a análise da blockchain afetaria a fungibilidade do Bitcoin (BTC) e explicou por que acredita que a transparência gera confiança na criptografia.

Quando lhe perguntaram qual seria o impacto nos preços da lista negra de endereços de Bitcoin, ele explicou: 

"A integridade financeira ativa no ecossistema também pode ajudar a combater a preocupação de que as criptos vivem um faroeste, sem regras pra saber com quem você está lidando, se é um criminoso que cuida da exploração infantil, por exemplo. Nesse sentido, a transparência e a capacidade de avaliar a atividade em jogo podem ajudar a aumentar a confiança na criptomoeda, que é uma parte significativa da missão Chainalysis. ”

Lista negra não afeta fungibilidade

Spiro também explicou que não acredita que o bloqueio de endereços e a sinalização de Bitcoins envolvidos em atividades ilegais possam impactar o valor da moeda e sua fungibilidade. Ele explicou que, no caso de sanções internacionais, "o BTC permaneceria à margem das sanções". Spiro também disse:

“No geral, sejam fundos congelados ou apenas identificados com atividade ilícita, mas ainda em circulação, a questão é menos a fungibilidade e mais sermos razoáveis pra perceber se as conexões com a atividade criminosa são um risco para as transações (exposição indireta etc.), como acontece com moedas fiduciárias (digitais ou não) hoje. "

Isso, segundo Spiro, responde por quê a análise de blockchain é necessária para instituições como exchanges cripto.

Como o Cointelegraph noticiou, A Chainalysis lançou recentemente alertas para transações suspeitas para as 15 principais criptomoedas.