Exchanges cripto centralizadas têm grande aumento de volume mensal em abril, mostra relatório

As exchanges de criptomoedas centralizadas tiveram um grande aumento no volume negociado em abril deste ano, revelou em 20 de maio a nova Exchange Review de abril de 2019  do provedor de dados de cripto Cryptocompare.

Entre as principais plataformas de fiduciário para cripto, os volumes mensais aumentaram 85%. Mesmo experimentando uma queda de 47% nos volumes, a principal exchange cripto sul-coreana Bithumb foi a maior exchange por volume total em abril, registrando US$ 17 bilhões.

A Bithumb foi seguida por Upbit e Bitfinex em 8,7 bilhões de dólares (crescimento de 20%) e 6,7 bilhões de dólares (um aumento de 114%), respectivamente, o relatório continua. Embora Coinbase, Kraken, Bitstamp e Coinsbit tenham experimentado um aumento nos volumes em abril, a CryptoCompare informou que houve um decréscimo da Liquid.

Entre as plataformas de cripto, o aumento médio de volume foi de 57%. A FCoin, baseada na China - ao contrário dos meses anteriores - teve o maior volume mensal em US$ 37,1 bilhões (alta de 300%), seguido por OKEx e ZB com US$ 35,1 bilhões (alta de 12,4%) e US$ 32,4 bilhões (aumento de 18,8%), respectivamente.

Em termos de exchanges descentralizadas (DEX) em abril, a Ethermium permaneceu como a maior DEX no mercado, com US$ 194 milhões, apesar de uma queda de 42% no volume. A WavesDEX registrou US$ 32,5 milhões (alta de 3,5%), seguido pela IDEX, US$ 31,4 milhões (alta de 15,9%).

As plataformas descentralizadas representaram apenas 0,068% dos volumes globais de spot exchange, negociando um total mensal de US$ 317 milhões em abril, observa a CryptoCompare.

Outra tendência identificada no relatório foi um aumento de 124% no volume de exchanges que usam um modelo de taxa de transação de mineração, tendo negociado US$ 115 bilhões em abril. No entanto, as comissões cobradas de taxas de entrada em exchanges ainda negociaram US$ 352 bilhões (aumento de 30%), permanecendo como tipo de taxa dominante em 75,1% do volume total.

Conforme relatado em janeiro deste ano, o Relatório Anual de Criptomoeda 2018 da organização de pesquisa de cripto e blockchain TokenInsight descobriu que as DEXes representam 19% do ecossistema global de exchanges, com volumes de negociação em DEXes representando menos de 1% daqueles das centralizadas.

Este mês, o rastreador de capitalização de mercado de cripto CoinMarketCap anunciou que removerá as exchanges de seus cálculos se eles não fornecerem dados obrigatórios até junho. A decisão veio na esteira de controvérsias recentemente desencadeadas sobre relatórios de volume supostamente falsos ou artificialmente mais altos entre exchanges não reguladas na indústria.