Calvin Ayre afirma falsamente que tribunal decidiu que Craig Wright inventou o Bitcoin

Calvin Ayre, defensor do Bitcoin SV (BSV), voltou a ser atacado depois de ter afirmado erroneamente que um tribunal governamental declarou que Craig Wright criou o Bitcoin (BTC).

Ayre: Juiz acaba de decidir que Wright criou o Bitcoin

Em um "tuíte" de 28 de agosto, Ayre, dono do canal de notícias de mesmo nome, disse que o juiz que presidiu o caso recente de Wright decidiu que ele era o criador do Bitcoin, Satoshi Nakamoto.

“É um bom momento para Craig ao mesmo tempo se sair como Satoshi e tirar as moedas de Satoshi do trust de tulipas. Também é um bom momento porque o juiz acaba de decidir que Craig é Satoshi ”, afirmou o "tuíte".

Wright estava no tribunal por suposto roubo de US$ 10 bilhões em BTC. O caso foi encerrado nesta semana, com Wright sendo condenado a pagar à parte demandante, o espólio do ex-parceiro de negócios Dave Kleiman, metade dessa fortuna.

Tanto Wright quanto Ayre aclamam o BSV como a verdadeira versão do Bitcoin, e promoveram incansavelmente a criptomoeda, que enfrentou diversas dificuldades técnicas e de publicidade em seus primeiros dez meses de história.

Sem base no julgamento oficial

Após a queda de Wright, Ayre continuou a ser uma voz cada vez mais solitária em seu apoiando, mas suas últimas afirmações tiveram uma resposta imediata.

Os usuários do Twitter fizeram referência ao texto da sentença, que nega enfaticamente a decisão de Wright ser ou não Nakamoto. O texto diz:

“Primeiro, o tribunal não precisa decidir, e não decide, se o réu, Dr. Craig Wright, é Satoshi Nakamoto, o inventor da cibermoeda Bitcoin."

Portanto, não está claro como Ayre chegou a sua afirmação, que ele fez enquanto anunciava um próximo livro sobre as dificuldades recentes de Wright.

Como o Cointelegraph reportou, as perguntas agora se concentram em como os mercados vão lidar com uma conta de US$ 2 bilhões pela pena de Wright.

Outras especulações se concentram na capacidade de pagamento de Wright e se ele tem acesso às chaves privadas do estoque de 500.000 BTC. A saber, para os propósitos do processo, o tribunal aceitou sua alegação de que ele tinha acesso a determinadas moedas. O documento observa:

“O tribunal também não precisa decidir, e não decide, quantos Bitcoins, se houver, o Dr. Wright controla hoje. [...] o tribunal aceita a representação do Dr. Wright de que ele tinha posse (direta ou indiretamente) algum Bitcoin em 31 de dezembro de 2013 e que continua controlando alguns hoje."