O historiador financeiro britânico Niall Ferguson diz que Bitcoin é "uma opção de ouro digital"

Niall Ferguson, um historiador de econômia e mercado financeiro britânico, acredita que o Bitcoin (BTC) é “uma opção de ouro digital”, como ele disse em uma entrevista com a revista Breaker Mag de blockchain em 13 de fevereiro.

Ferguson, historiador mundialmente famoso e autor de catorze livros como The Ascent of Money, declarou que o bitcoin em si é “apenas dinheiro em um sentido muito limitado”, enfatizando que as mais antigas criptomoedas são incapazes de ser dinheiro como meio de pagamento devido a enorme volatilidade.

No entanto, no futuro próximo, a principal função do Bitcoin servirá como um tipo de seguro, Ferguson afirmou, explicando que é um bem difícil de confiscar, e qualquer um pode segurar chaves privadas da mesma forma que os ricos europeus costumavam acumular jóias de ouro e pedras preciosas.

Enquanto Ferguson disse que é claro que o dinheiro do futuro será digital, ele ainda expressou ceticismo sobre as stablecoins, que são moedas digitais que são projetadas para fornecer volatilidade mínima e atreladas a moedas fiduciárias, commodities ou algoritmos.

Ferguson afirmou que as moedas fiduciárias tiveram um desempenho muito bom nos últimos anos em termos de inflação. Neste contexto, Ferguson disse que a construção de um substituto para algo que vem se saindo bem desde a sua criação nos anos 70 não é uma estratégia obviamente vencedora. Ele disse:

“Construtores de Stablecoin devem lembrar que o Bitcoin é um tipo incomum de ativo, que não está intimamente relacionado a outras classes de ativos. Os investidores gostam dessa característica.

Quanto ao futuro do dinheiro, Ferguson expressou a esperança de que a comunidade global adote um sistema de pagamento universal que trate todos igualmente, desde o "0,1%" até a "grande classe" de pessoas que estão fora do sistema financeiro e tenham que confiar dinheiro e empréstimos de seus pagamentos. Ferguson também expressou preocupações sobre grandes entidades centralizadas que podem ganhar controle sobre as transações dos clientes:

“Meu pesadelo seria de que a AmazonGoogle ou Facebook criem uma versão extremamente popular de um dólar digital, no qual cada transação será monitorada pelo big data e pela inteligência artificial das plataformas de rede. Sistemas de inteligência artificial, numa extensão ainda maior do que já é acontece hoje”.

Hoje mais cedo, Mike Novogratz, um ex Sócio da Goldman Sachs e fundador do banco comercial de criptos Galaxy DigitalArgumentou que o Bitcoin vai ser um ouro digital, alegando que será dinheiro soberano.