Empresa brasileira de tecnologia anuncia projeto de identidade digital baseado na blockchain

O CPqD, empresa brasileira de tecnologia, pesquisa e desenvolvimento, anunciou em um comunicado na última segunda-feira, 1° de abril, o BlockIoT, projeto de soluções em identidade digital para pessoas e coisas baseado em blockchain.  

De acordo com a empresa, o projeto, que tem como base o conceito de Internet of Trusted Things, teve início em dezembro e será dividido em duas etapas com duração total de 36 meses.

A primeira fase se concentrará no desenvolvimento de componentes tecnológicos e um conjunto de aplicações voltadas para a identidade digital (ID). Já a segunda etapa terá como objetivo o desenvolvimento de aplicações de ID descentralizada, rastreabilidade e processos seguros de autenticação.

Gestor de Soluções Blockchain do CPqD, José Reynaldo Formigoni explica:

“A internet foi criada sem a camada de identificação, o que gera vulnerabilidades nos diferentes sistemas de identidade e acesso usados atualmente. A blockchain viabiliza a criação dessa camada, por meio de um conceito totalmente disruptivo e seguro que é a identidade digital descentralizada ou autossoberana.”

Segundo o CPqD, o BlockIoT é desenvolvido com recursos do Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações (FUNTTEL), provido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Informações e Comunicações.  

No fim de março, o presidente do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto, disse durante um evento de tecnologia do BC, o LIFT Day, que a tecnologia blockchain vai “inovar o mundo financeiro”.