Rocelo Lopes conversa com Facebook para ser um Node do Libra na América Latina

O empresário brasileiro Rocelo Lopes pode ser o primeiro parceiro oficial do Facebook e da Associação Libra, no Brasil e operar um nó da blockchain Libra da rede social, conforme um levantamento feito pelo Cointelegraph.

Lopes afirmou que já entrou em contato com o Facebook para ser o node da empresa na América Latina. Se aprovado, a CoinPy, empresa de Lopes focada em mineração, nodes e masternodes, será, junto com o Mercado Livre, um parceiro oficial do projeto que já conta com Visa, Mastercard, PayPal entre outras.

“É muito importante para o Brasil ter um ‘nó’ da Libra em nossa região. Somos um dos países em que mais se usam bitcoin e criptomoedas, não podemos ficar fora deste mercado. O Facebook não é bem o que eu penso de privacidade, mas uma adoção global de criptomoedas pode ganhar terreno com esta iniciativa e a Stratum estará presente”, disse.

Segundo Rocelo, o facebook não tem prazo para responder, mas afirma que: “Estamos falando de uma rede com quase 200 milhões de usuários só no Brasil, mais de 1.5 bilhão em todo o mundo que se uniu com as maiores redes de pagamentos globais. Isso são as criptomoedas invadindo o sistema financeiro e sendo utilizadas em todo o mundo, se alguém tem dúvida de que isso ‘vai dar certo’, bom, eu não tenho”, finaliza.

O empresário destaca ainda que, caso as conversas como Facebook avancem, a ideia é integrar o Libra também no portifólio de serviços da Stratum e, desta forma, será possivel usar o criptoativo para pagar contas bancárias, boletos bancários, comprar créditos para celular e cartões de crédito pré pagos.

Rocelo Lopes é um multiempresário no setor de criptomoedas no Brasil e CEO do "Grupo Stratum" que engloba além da CoinPy, a primeira fazenda de mineração de Bitcoin e altcoins instalada no Paraguai; as exchanges Stratum Blockchain Tech e CoinBr.

Como reportou o Cointelegraph, diversas plataformas nacionais estão trabalhando na integração de uma stablecoin baseada em Real, o RealT. Segundo informações não confirmada pelas plataformas, as empresas, PagCripto, Nox Trading, 3xBit e Bitcambio, seriam as primeiras a integrar o RealT, que já esta disponível para negociação na CBX.One e na Stratum.