Braço de investimento de riscos do BNP Paribas está entre os investidores de US$ 16,5 milhões da empresa fintech Token

A empresa fintech Token recebeu injeção de US$ 16,5 milhões de investidores incluindo o braço de risco d o gigante bancário BNP Paribas, conforme um anúncio de 18 de junho.

A auto-fescrita plataforma de open banking diz que usará o capital para desenvolver ainda mais seu sistema operacional TokenOSTM - e “acelerar novas formas de inovar pagamentos com dinheiro digital e soluções de identificação”.

Segundo a empresa, seu ecossistema permite que bancos, clientes e desenvolvedores possam completar transações com segurança, instantâneamente e com menos fricção. A Token diz que mais de 4.000 bancos estão conectados à plataforma, com a Mastercard sendo anunciada recentemente como parceira. Steve Kirsch, fundador e CEO da Token, declarou:

“Para os bancos, estabelecer nossa posição cedo neste mercado hiperconectado é uma vantagem competitiva; uma nova onda de apps e serviços financeiros intependentes vai em breve estar disponível para seus clientes, então os bancos têm de ter clareza sobre seu papel no futuro.”

A Opera Tech Ventures da BNP Paribas esteve envolvida na última rodada de financiamento, assim como investidores como Octopus Ventures e EQT Ventures.

Mais cedo nessa semana, foi confirmado que bancos italianos estão planejando implementar tecnologia blockchain para aprimorar a transparência entre instituições financeiras a partir do ano que vem.

Em 13 de junho, o consórcio de software blockchain R3 revelou que estava desenvolvendo uma plataforma blockchain no Brasil com três bancos globais. No mês passado, mais de 50 bancos simularam uma letra de transação de crédito usando um dos sistemas da empresa.