Blockchain revoluciona validação de contratos, afirma economista-chefe do SPC Brasil

A economista-chefe do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), Marcela Kawauti, acredita que a blockchain é uma "tecnologia importante, que revoluciona a validação de contratos, cria identidades digitais e outras possibilidades, como as moedas digitais", afirmou a especialista em entrevista ao jornal Correio Braziliense publicada neste último domingo, 3 de março.

Na reportagem, a economista de um dos principais bureaus de crédito brasileiros avalia ainda ser necessário cuidado em relação às criptos que, segundo ela, não podem ser consideradas moedas, mas sim meios de pagamento. Acrescentando:

"Existe muito glamour que não haveria mais a necessidade de dinheiro e de bancos centrais para fazer o controle do mercado, mas criptomoeda vai destruir dinheiro? Não."

Em junho de 2018, o SPC Brasil anunciou a oferta do serviço de reconhecimento facial aos lojistas para análise de crédito e combate a fraudes. A expectativa da empresa era no primeiro ano cadastrar mais de 3 milhões de faces.  

Marcela reforçou ainda que, como investimento, as criptos são ativos de alto risco e que não há regulamentação no Brasil para as criptomoedas.

Conforme publicado pelo Cointelegraph na última semana, a posse do novo presidente do Banco Central, Roberto Campos Netos, parece trazer luz à regulação das criptos no Brasil. Em sabatina no Senado, Campos Neto afirmou que tem estudado e se dedicado intensamente ao desenho de como será o sistema financeiro do futuro:

"Participei de estudos sobre blockchain e ativos digitais. Uma das contribuições que espero trazer para o Banco Central é preparar a instituição para o mercado futuro, em que as tecnologias avançam de forma exponencial, gerando transformações mais acelerada."  

Em janeiro, o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Joaquim Levy, declarou em evento empresarial que a blockchain tem potencial para transformar não só o ambiente de negócios, mas também a vida das pessoas.