Bitwise lança relatório de 100 páginas em defesa do mercado de criptomoedas

Em resposta à decisão do ETF de Bitcoin adiada pela SEC, a Bitwise Asset Management publicou uma extensa defesa do mercado de comércio à vista de Bitcoin. O artigo de 100 páginas publicado tenta corrigir equívocos sobre como o espaço de negociação opera.

Em 20 de maio, a SEC anunciou que precisaria de mais tempo para decidir se aprovaria a mudança de regra proposta pela VanEck / SolidX, a fim de listar seu fundo de Bitcoin negociado em bolsa.

A Bitwise também teve sua própria decisão de ETF atrasada recentemente, e aparentemente vê a necessidade de alterar a percepção do mercado de Bitcoins. Na introdução do artigo, a empresa alega que muitos fora do espaço de criptomoedas o vêem como singularmente desordenado e ineficiente, com preços voláteis e padrões de volume duvidáveis.  

"Este artigo mostrará que a percepção pública está errada, ancorada em uma época passada e construído sobre uma base de dados errados e falsas suposições", escreve a empresa.

Os dados atuais informados sobre os volumes de negociação pelos agregadores de mercado são surpreendentes porque estão errados, alega a empresa. O sites de medição de volume teriam evoluído de uma ferramenta inicial, que não indicaria o estado atual do mercado de Bitcoins.

Quando a Bitwise apresentou sua pesquisa anterior em março, o volume foi tema principal. A coleta de dados personalizados foi realizada em 83 exchanges. Além das dez exchanges de "volume real", apenas três bolsas pareciam ter um volume significativo e uma base de dados real. Estas eram HitBTC, Huobi e OKex.

Dentre as exchanges que passaram nos testes de "volume real" da Bitwise estão a Binance, Bitfinex, Kraken, Bitstamp, Coinbase Pro, BitFlyer, Gemini, itBit, Bittrex e Poloniex.

Desde as comparações com as exchanges genuínas entre o tamanho do comércio, o aumento de volume e a disseminação, apenas a Huobi parecia ter alguma correlação. Mas os dados da Huobi mudaram bastante desde que o relatório de março veio à tona, sugerindo que a exchange mudou seus métodos para tornar seus dados mais precisos.

Apesar dos falsos volumes e dados, de acordo com a Bitwise, o mercado de criptomoedas é muito saudável. A empresa complementa:

"Depois de remover o volume falso e os dados falsos da equação, você fica com um mercado extremamente eficiente e ordenado, e que é apoiado por um mercado de derivativos regulado de tamanho significativo."

Além disso, o estudo sugere que o mercado é substancialmente mais focado nos EUA do que os números reportados sugerem. Mais de 30% do volume genuíno vem através de exchanges com base nos Estados Unidos.

O relatório também descobriu que as diferenças nos preços das dez exchanges com volume real tiveram uma média de apenas US$ 1,31 em abril. Além disso, o mercado de futuros tem uma proporção muito maior do que se pensava anteriormente, compreendendo cerca de 50% do valor do mercado à vista.

A Bitwise continua na luta para aprovar seu ETF. Conforme reportado anteriormente, a empresa teve adiada sua proposta de ETF de Bitcoin pelo órgão regulador americano.