Bittrex International suspende serviços na Venezuela e em mais 30 países

A Bittrex International, unidade internacional da exchange de criptomoedas dos Estados Unidos Bittrex, que tem sede em Malta, cessará as operações na Venezuela e em outros 30 países.

Não há uma razão clara para a ação

Em um e-mail para clientes venezuelanos, a Bittrex International anunciou que a exchsnge interromperá o acesso à conta e à negociação dos usuários em 29 de outubro, pedindo que eles retirem seus fundos da exchange antes dessa data, informa o Cointelegraph en Español em 19 de outubro.

De acordo com a reprotagem, a plataforma de comércio internacional da Bittrex informou toda sua base de usuários na Venezuela que interromperá seus serviços para usuários no país sem citar uma razão clara para a ação.

31 países totalmente banidos do serviço

No entanto, a Venezuela não é o único país que precisará parar de usar os serviços da Bittrex neste momento, de acordo com informações obtidas pelo Cointelegraph en Español. A empresa confirmou à equipe do Cointelegraph en Español que está de fato interrompendo o serviço para um total de 31 países, incluindo Afeganistão, Egito, Bósnia e Herzegovina, Camboja, República Centro-Africana, República Democrática do Congo, Costa do Marfim, Tunísia , Etiópia, Uganda e Iêmen.

Venezuela e a cripto

Como relatado anteriormente, a Venezuela se tornou mais dependente de criptomoedas descentralizadas, como o Bitcoin (BTC), a fin de evitar sanções sobre a criptomoeda nacional atrelada ao petróleo da Venezuela, o Petro (PTR), que também foi supostamente projetada para permitir ao país obter acesso a novas formas de financiamento internacional, bem como para evitar sanções.

No início de setembro, os volumes de negociação de Bitcoin na Venezuela bateram outro recorde, uma vez que o volume na exchange peer-to-peer LocalBitcoins aumentou 48%. Em 1º de outubro, duas empresas venezuelanas fizeram parceria para lançar um cartão de débito de criptomoeda e um sistema de ponto de venda que suportam Bitcoin (BTC), Ether (ETH), Dash (DASH) e Petro.

Nesta sexta-feira, outra popular exchange de criptomoedas com sede nos EUA, a Poloniex, anunciou que está deixando da sua empresa-matriz Circle para estabelecer uma nova exchange que não dará suporte à negociação de clientes com sede nos EUA.