BitMEX vai compensar os usuários afetados por desalavancagem automática imprevista após alta do Bitcoin

A plataforma de negociação de criptomoeda BitMEX vai reembolsar os usuários que perderam dinheiro durante a alta do Bitcoin (BTC) desta semana, depois que problemas técnicos afetaram seus contratos, confirmou a empresa em um comunicado de imprensa atualizado em 3 de abril.

A BitMEX, que oferece vários produtos de negociação alavancados para Bitcoin e outras criptomoedas, fechou automaticamente as posições de alguns clientes à medida que o preço de Bitcoin e Ethereum (ETH) aumentava através de um processo conhecido como desalavancagem automática.

O número de posições afetadas foi mínimo, afirmou a empresa, enquanto comentaristas on-line notaram que a quantia envolvida já circulava na casa dos US$ 500 milhões para o Bitcoin desde 2 de abril.

Como o Cointelegraph relatou, o Bitcoin subiu inesperadamente nas negociações no início da semana, ganhando quase US$ 1.000 em apenas um dia antes de atingir o pico de US$ 5.330.

A recuperação repentina pegou a BitMEX de surpresa, com um fundo de seguro dedicado tendo também deixado de compensar os clientes quando a rodada anterior de contratos expirou em 29 de março.

Agora, os executivos prometeram compensar cada um dos cerca de 200 clientes afetados individualmente.

“Para os usuários afetados, a BitMEX entrará em contato pessoalmente com você para explicar a situação e documentar sua compensação. Nós compensamos os usuários com base no lucro potencial máximo que eles teriam feito ao longo do tempo desses eventos de autodesalavancagem”, afirma o comunicado de imprensa. Acrescentou:

"A BitMEX não lucrou com essas posições autodesalavancadas."

O diretor-executivo da plataforma, Arthur Hayes, tornou-se mais confiante no sucesso futuro do Bitcoin nos últimos tempos, prevendo no mês passado que a criptomoeda testaria a marca de US$ 10.000 em 2019.

Ele também previu um retorno à forma ao mercado de oferta inicial de moeda (ICO) há muito adormecidas e o valor dos tokens subjacentes, como o do Ethereum.