BTC atravessa aos US$5.000 em meio à primeira grande recuperação de mercado cripto em 2019

Quarta-feira, 3 de abril — O Bitcoin (BTC) ultrapassou a marca dos US$5.000 pela primeira vez desde novembro de 2018, enquanto os mercados cripto estão em alta pelo terceiro dia seguido. Enquanto isso, algumas das maiores criptomoedas registram uma alta suave no preço, e outras mostram ganhos que superam os dois dígitos.

Market visualization from Coin360

Visualização do Mercado pelo Coin360

O BTC, que decolou ontem e ganhou 14% nas últimas 24 horas, passou algumas horas abaixo da marca dos US$5.000 mais cedo nesta quarta.  A maior moeda do mundo chegou a US$5.043 em algum momento, de acordo com dados do CoinMarketCap, antes de voltar para os US$4.900. No momento desta publicação, o BTC segue a mesma inha, sendo negociado em US$5.007.

O valor de mercado do Bitcoin ganhou mais de US$1 bilhão se comparado com dados de ontem, quando o BTC estaga sendo negociado ao redor dos US$4.700. Depois de chegar aos US$88 bilhões durante um pico na madrugada, o valor de mercado do BTC atualmente está ao redor dos US$87,4 bilhões.

Bitcoin 24-hour price chart

Desempenho do Bitcoin nas últimas 24 horas. Fonte: CoinMarketCap

O Ethereum (ETH), atualmente a segunda maior criptomoeda em valor de mercado, entrou no 3 de abril no azul, com 10% de ganhos nas últimas 24 horas. Enquanto a média da moeda estava em US$ 150 ontem, hoje ela é negociada acima dos US$ 165. O valor de mercado do ETH ganhou mais de US$ 2 bilhões no dia, subindo para US$ 17,6 bilhões no momento desta publicação.

Ethereum 24-hour price chart

Desempenho do Ethereum nas últimas 24 horas. Fonte: CoinMarketCap

O Ripple (XRP), ranqueado como terceira maior criptomoeda, também tem alta pelo terceiro dia seguido. A moeda, negociada agora em US$ 0,35, mostra ganhos de 5% nas últimas 24 horas. Seu valor de mercado é US$ 1 bilhão maior que o de ontem — acima de US$14,7 bilhões.

Ripple 24-hour price chart

Desempenho do Ripple nas últimas 24 horas. Fonte: CoinMarketCap

O total da capitalização de mercado de todas as criptomoedas também mostram uma crescente significativa em comparação com 2 de abril, quando chegou a  US$ 163 bilhões. O maior ponto do último dia foi de US$ 176,9 bilhões, descendo para US$ 173,8 até o momento.

24-hour total market capitalization chart

Total de capitalização de mercado nas últimas 24 horas. Fonte: CoinMarketCap

Para as demais altcoins, todas as grandes moedas exceto o Maker (MKR) e Tezos (XTZ) estão no azul e mostrando ganhos de moderados a acentuados nas últimas 24h. O Bitcoin Cash (BCH) pulou para mais de US$ 280, mostrando ganhos de cerca de 50%. Outra grande vencedora no dia é o Litecoin (LTC), crescendo mais de 20% em um dia e sendo negociado em US$84.

O Dogecoin (DOGE), recentemente promovido à moeda favorita de Elon Musk da Tesla, tem alta de 30% depois do tweet do empresário.

A grande recuperação do mercado, iniciada em no fim do primeiro de abril, têm sido objeto de discussão na comunidade cripto e no mundo financeiro. A maioria dos insiders cripto dizem que não há razão particular para a ascensão, e que todas as explicações até agora são especulação.

Por exemplo, o CEO da Binance Changpeng Zhao, conhecido como CZ, admitiu que não tem pistas sobre as causas reais do acontecido, enquanto o articulista da  Bloomberg Eric Lam também acredita que não há respostas definitivas.

Por outro lado, Lam cita uma história de Primeiro de Abril que diz que a Securities and Exchange Commission (SEC) dos EUA havia aprovado finalmente os ETFs de Bitcoin dizendo que poderia afetar os mercados Cripto, conforme a CNBC reprodiziu.

Outra razão citada pela Bloomberg é que, curiosamente, o Brexit, já que alguns investidores estão trocando Libras por BTC antes do divórcio britânico com a União Européia. Alguns outros especialistas também citaram esta teoria.

A Bloomberg também publicou uma análise nesta quarta dizendo que os algorítimos de fundos de cobertura poderiam ser uma das razões da alta dos preços.

A Reuters também menciona uma ordem misteriosa que poderia ser responsável pelo impulsionamento dos preços. De acordo com especialistas financeiros ouvidos pela agência, o ganho provavelmente foi desencadeado por uma ordem de 20.000 BTC (ao redor de US$100 milhões no momento) que foi espalhada por exchanges dos EUA como Coinbase e Kraken, além da Bitstamp de Luxemburgo.