Reprotagem indica que Bitmain silenciosamente registrou uma IPO apoiada pelo Deutsche Bank nos EUA

A Bitmain Technologies, empresa de mineração sediada na China, registrou discretamente um pedido de Oferta Inicial Pública (IPO) junto à Securities and Exchange Commission (SEC) dos Estados Unidos.

De acordo com uma reportagem de 30 de outubro da Tencent News citando "fontes informadas" anônimas, a multinacional alemã Deutsche Bank está patrocinando a solicitação. O valor a ser levantado pela oferta não foi especificado.

O Deutsche Bank supostamente patrocinou a solicitação

A Tencent News relata ainda que os planos de IPO foram dominados pelo cofundador da Bitmain Jihan Wu e por seu diretor financeiro Liu Luyao.

Para aumentar as chances de sucesso, a empresa supostamente contratou Zheng Hua, ex-representante da Nasdaq na China, como consultor da empresa.

O processo de revisão da SEC envolverá três rodadas de consultas e durará um tempo mínimo estimado de um a dois meses.

Uma outra fonte do setor, também não identificada, supostamente familiarizada com os procedimentos de listagem da SEC, disse ao Tencent:

"A SEC não tem uma posição tendenciosa em relação ao negócio de blockchain, mas está preocupada com questões profissionais e técnicas".

A fonte afirmou que a conexão da empresa com o fork do Bitcoin (BTC), o Bitcoin Cash (BCH), provavelmente será o maior obstáculo enfrentado pelo pedido.

História enrolada

Os que acompanham o setor vão se lembrar da tentativa malograda de Bitmain de registrar uma grande oferta inicial pública de ações de US$ 3 bilhões na Bolsa de Valores de Hong Kong em setembro de 2018, que “caducou” em março após várias controvérsias.

Esta foi outra semana movimentada para a Bitmain, com Jihan Wu revelando que o cofundador Micree Ketuan Zhan havia deixado a empresa em meio a sinais de problemas internos da empresa.

Em 28 de outubro, a empresa de mineração chinesa Canaan Creative entrou com um pedido de abertura de capital junto à SEC dos EUA para arrecadar US$ 400 milhões, observando uma lista da Nasdaq sob o código CAN.

No início deste mês, a Bitmain abriu o que afirma ser a "maior operadora do mundo" de mineração de Bitcoin em Rockdale, Texas.