Bitmain anuncia chip ASIC com energia eficiente para minerar Bitcoin e Bitcoin Cash

A gigante mineradora chinesa e produtora de hardware ASIC Bitmain anunciou sua próxima geração do chip minerador 7nm (nanometer) ASIC mining de acordo com comunicado à imprensa publicado nesta segunda, 18 de fevereiro.

O novo hardware de mineração, BM1397, é desenhado para minerar criptomoedas que usam algoritmo SHA256 em sua proof-of-work (PoW), como o Bitcoin (BTC) e o Bitcoin Cash (BCH).

BM1397 consome menos força pra minerar criptomoedas, representando melhora de 28.6% na eficiência energética em comparação com o chip 7nm anterior da empresa, BM1391.

O novo chip será usado em modelos Antminer novos — S17 e T17 — que serão lançados neste ano.

Como a Cointelegraph já noticiou, a Bitmain enfrentou dificuldades recentemente devido à prolongação do mercado de urso e pelo o menos duas classificações registradas contra a empresa. A gigante chinesa teria desativado um centro de desenvolvimento em blockchain em Israel, suspendido suas operações no Texas e também reduzido suas operações na Holanda nos últimos meses.

Outras grandes companhias mineradoras também enfrentam desafios devido ao declínio do mercado cripto. Por exemplo, a gigante da internet japonesa GMO Internet Group revelou que estava deixando o setor de hardware de mineração de Bitcoin em dezembro de 2018, devido a grandes perdas no quarto trimestre.

Ao mesmo tempo, a produtora de hardwares de computadores dos Estados Unidos Nvidia, que foi uma das empresas mais afetadas pela baixa do mercado sua consequente falta de demanda por componentes de mineração, declarou recentemente uma reformulação apesar das perdas do quarto trimestre e a "ressaca cripto".