Reportagem diz que Bithumb Global quer lançar exchange regulada de criptomoedas na Índia

A plataforma internacional da exchange sul-coreana Bithumb, a Bithumb Global, procura estabelecer uma exchange de criptomoedas regulamentada na Índia, diz uma reportagem.

A empresa planeja expandir seus serviços para a Índia através de parcerias com exchanges de criptomoedas locais, financiamento de startups blockchain locais e trabalho em novas iniciativas do setor, reporta a mídia local The Economic Times em 3 de outubro.

"Estamos abertos a conversar com reguladores"

Javier Sim, cofundador e diretor-gerente da Bithumb Global, revelou que a empresa está disposta a se envolver com os reguladores indianos para construir uma nova exchange regulamentada. Sim teria dito:

“Estamos abertos a conversar com os reguladores, trabalhando com eles para sermos uma exchange regulamentada. Somos uma marca forte na Coreia e não nos envolvemos em comércio ilegal ou não regulamentado.”

Lançamento recente da Bithumb Global

Embora a Bithumb Korea seja uma das primeiras exchanges cripto na Coreia do Sul - fundada em 2014 - o lançamento beta da Bithumb Global ocorreu em maio de 2019.

A empresa anunciou oficialmente sua exchange de ativos digitais de "próxima geração" em 1º de outubro, alegando que o Bithumb facilita mais de 59% de todo o volume de transações sul-coreanas de Bitcoin (BTC).

De acordo com Sim, a Bithumb Global integrou mais de um milhão de usuários globais desde o lançamento da plataforma em beta, enquanto seu volume diário de transações ultrapassava US$ 381 milhões.

Proibição completa de cripto ainda é revisada na Índia

Enquanto isso, a Índia aparentemente ainda aguarda uma revisão formal de uma proibição completa proposta de criptos.

Em meados de setembro, a mídia local informou que a Índia estava vendo os primeiros sinais de uma já antecipada fuga de cérebros, enquanto o governo planejava criminalizar os investimentos em criptomoedas no país.

Como o Cointelegraph relatou em agosto, Sidharth Sogani, CEO da empresa de pesquisa de criptomoedas e blockchain Crebaco Global, avaliou que a Índia perderá quase US$ 13 bilhões em mercado caso a criptomoeda seja proibida no país.