BitGo conclui mais um ano de certificação de conformidade SOC 2 após prêmio da Deloitte

A empresa de segurança blockchain BitGo obteve mais uma certificação de segurança de um auditor externo após uma revisão de seu recurso de notícias sobre o setor de criptomoeda The Block, publicado em 23 de abril.

A BitGo, que no ano passado obteve uma certificação de controle de organização de serviço (SOC) 2 Tipo 1 da Deloitte, agora aumentou seus procedimentos para atender aos requisitos de Tipo 2 do mesmo padrão.

O SOC 2 é uma estrutura de relatório universal e o Tipo 2 é conhecido como "Controles em uma organização de serviço relevante para segurança, disponibilidade, integridade de processamento, confidencialidade ou privacidade".

Em janeiro deste ano, a Gemini anunciou que havia concluído uma certificação SOC 2 Tipo 1, o que garante que cumpriu os critérios de serviço estabelecidos pelo Instituto Americano de Contadores Públicos Certificados em relação à confidencialidade, segurança, privacidade, integridade e disponibilidade de processamento.

“Construir confiança no mercado de criptomoedas significa ter o mais alto nível de controles e processos para atrair e expandir o investimento institucional”, disse Tom Block, CSG da BitGo.

Na época da concessão do Tipo 1, em julho de 2018 - que envolveu um processo de um ano - a BitGo explicou que as garantias dos clientes formaram o principal impulso por trás de seus esforços.

“O relatório garante aos nossos clientes que temos procedimentos e controles para fornecer uma plataforma segura e confiável”, escreveu Robin Verderosa, vice-presidente de marketing de produto, em um post de blog do ano passado. Verderosa escreveu:

"Acreditamos que isso se tornará um padrão em toda a indústria, à medida que o mercado de cripto continua a amadurecer e estamos orgulhosos de ser um dos primeiros a fornecer essa garantia".

Como o Cointelegraph relatou, a BitGo começou a oferecer seus serviços de carteira e custódia de criptomoeda para a recém-lançada plataforma de negociação LGO Markets neste mês.

Na semana passada, uma pesquisa conjunta da empresa focou na alta aceitação de criptomoeda pelos fundos de dotação global.

 

Blockchain security firm BitGo has gained a further security certification from an external auditor after a review of its compliance, cryptocurrency industry news resource The Block reported on April 23.

BitGo, which last year gained a service organization control (SOC) 2 Type 1 certification from Deloitte, has now upped its procedures to conform to the Type 2 requirements of the same standard.

SOC 2 is a universal reporting framework, and Type 2 is known as “Controls at a Service Organization Relevant to Security, Availability, Processing Integrity, Confidentiality or Privacy.”

This January, cryptocurrency exchange Gemini announced that it had completed an SOC 2 Type 1 certification, which ensures that it has met the service criteria set by the American Institute of Certified Public Accountants in regards to confidentiality, security, privacy, processing integrity and availability.

“Building confidence in the cryptocurrency marketplace means having the highest level of controls and processes in place to attract and expand institutional investment,” The Block quotes BitGo’s CSO, Tom Pageler, as saying.

At the time of the Type 1 award in July 2018 — which involved a year-long process — BitGo explained that client assurances formed the main impetus behind its efforts.

“The report assures our clients that we have procedures and controls in place to provide a secure and reliable platform,” Robin Verderosa, vice president of product marketing, wrote in an accompanying blog post from last year. Verderosa wrote:

“We believe this will become a standard throughout the industry as the cryptocurrency market continues to mature, and we’re proud to be one of the first to provide such an assurance.”

As Cointelegraph reported, BitGo began offering its cryptocurrency wallet and custody services to newly-launched trading platform LGO Markets this month.

Last week, a joint survey from the company focused on the high uptake of cryptocurrency by global endowment funds.