Bitfinex anuncia que usará 27% da receita da Tokinex para recomprar tokens LEO

A Bitfinex, exchange de criptomoedas,  anunciou que gastará 27% da receita mensal da Tokinex na recompra e queima de tokens LEO, de acordo com uma postagem oficial no blog. feita em 8 de julho.

A Bitfinex revelou o LEO em maio como utility token nativo em sua plataforma por meio de uma venda realizada na plataforma de IEO da empresa, a Tokinex. De acordo com o anúncio a empresa-mãe iFinex está comprometida com a queima de tokens LEO, até que a circulação comercial acabe, segundo o whitepaper do tokem LEO :

“Em uma base mensal, a iFinex e suas afiliadas recomprarão o LEO do mercado equivalente a um mínimo de 27% da receita bruta consolidada da iFinex (excluindo a Ethfinex) do mês anterior, até que nenhum token esteja em circulação comercial. As recompras serão feitas às taxas de mercado vigentes. Os tokens LEO usados ​​para pagar taxas também podem ser usados ​​para satisfazer este compromisso de recompra. ”

O recente post oficial do blog enfatizou que o valor de 27% se aplica às receitas “passadas e futuras”. 

A Bitfinex disse que já usou a receita gerada pelo primeiro IEO na Tokinex, Ampleforth, para comprar tokens LEO em circulação. O IEO da Ampleforth arrecadou US$ 5 milhões na plataforma em 11 segundos, vendendo 10% de sua oferta simbólica.

A Bitfinex anunciou ainda o “ LEO Transparency Dashboardem junho, que supostamente mostra quanto LEO há no mercado junto com uma lista das transações correspondentes.

O post nota que o próximo IEO da Tokinex está agendado para 16 de julho. Ele rodará a oferta de IEO da Ultra, um jogo de PC baseado em blockchain . 

Como relatado anteriormente pela Cointelegraph, a Bitfinex disse que pagou US$ 100 milhões em empréstimos pendentes para a operadora da stablecoin Tether. O pagamento veio meses após o procurador-geral de Nova York, Letitia James, apresentar uma queixa alegando que a Bitfinex havia perdido US$ 850 milhões e utilizado fundos da Tether para esconder as perdas.