'Documento oficial' da Bitfinex confirma planos para levantar até US$ 1 bilhão na IEO por seu token LEO

Zhao Dong, acionista da exchange de criptomoedas Bitfinex, lançou um novo material promocional detalhando a próxima oferta inicial de exchange (IEO) da exchange, de até US$ 1 bilhão. A informação foi compartilhada em um tuíte de Dong em 4 de maio.

O documento, supostamente divulgado pela iFinex - empresa por trás da Bitfinex e da Tether (USDT) - anuncia a disponibilidade de até 1 bilhão de dólares em tokens da exchange, chamado LEO, para compra. O token descrito no documento de marketing - que especifica que não é um white paper - pretende ser o utility token no coração do ecossistema da empresa.

O documento de marketing promete que os detentores do token LEO terão taxas reduzidas em negociações de cripto para cripto na Bitfinex e na EOSfinex, exchange descentralizada da empresa. Além disso, o token também concederá redução na redução da taxa de empréstimo, desconto na taxa de saque e depósito e redução na taxa de derivativos.

O documento promete que vantagens semelhantes serão percebidas pelos usuários também em plataformas de produtos e serviços de negociação de futuros iFinex.

O material também especifica que as vendas do LEO não estarão disponíveis para cidadãos dos Estados Unidos e Canadá, entre outras jurisdições.

A venda de tokens está sendo conduzida para cobrir um rombo de US$ 850 milhões nos fundos da exchange, que estão atualmente congelados em várias contas sob o controle de uma empresa de processamento de pagamentos, informou no sábado o canal de cripto The Block. A publicação cita um trecho do white paper do novo token.

Na semana passada, o escritório da Procuradoria Geral de New York acusou a Bitfinex de usar fundos da empresa afiliada Tether para cobrir os US$ 850 milhões perdidos.

Rumores sobre a Bitfinex buscando levantar fundos através de uma IEO começaram no final de abril, enquanto Zhao confirmou os boatos no início desta semana, com menos detalhes.

Também na semana passada, o Cointelegraph informou que os advogados da Tether confirmaram que a empresa tem apenas dinheiro suficiente para financiar três quartos da crescente oferta de sua stablecoin, o USDT.