Bitfinex nega alegações de fraude vinculadas a fundos confiscados na Polônia

Em 7 de abril, a Cointelegraph relatou sobre uma controvérsia em torno da Bitfinex, depois que promotores poloneses apreenderam 400 milhões de euros em duas contas em um banco polonês pouco conhecido, uma das quais estaria supostamente ligada à Bitfinex.

Suspeita-se na mídia polonesa que os fundos confiscados estavam envolvidos em um esquema internacional de fraude e lavagem de dinheiro, no qual os criminosos haviam convertido o fiduciário lavado em criptomoeda por meio da casa de câmbio e de suas contas afiliadas.

Relatos de que esses fundos acabaram levando a redes de narcotráfico e que um usuário do Bitfinex havia sido interrogado pela polícia polonesa na semana anterior à apreensão, tornaram as águas aind amais turvas.

Um administrador do thread do subreddit da Bitfinex se pronunciou contra as reivindicações em 8 de abril:

“Isso não é verdade e a Bitfinex não foi afetada pelo que aconteceu. Soltaremos uma declaração oficial sobre isso ainda hoje, mais tarde.

No momento desta publicação, este comunicado oficial ainda não havia sido divulgado. Enquanto isso, a Bitfinex entrou em contato com agências de notícias individuais para confirmar que está ciente das alegações e nega categoricamente seu envolvimento:

"A Bitfinex pode confirmar que está ciente das alegações atuais que foram relatadas pela mídia polonesa nas últimas horas. A Bitfinex acredita que essas alegações são falsas e que os clientes e operações da Bitfinex não foram afetados por falsos rumores. A Bitfinex está orgulhosa de ser a maior empresa do mundo das casas de câmbio de cripto, e nessa capacidade trabalha incansavelmente para permanecer em estrita conformidade com as autoridades e reguladores em todo o mundo”.

A Bitfinex e sua empresa-irmã Tether, ambas receberam intimações de reguladores dos EUA em dezembro por motivos não revelados. Preocupações têm sido levantadas repetidamente sobre a transparência de seus sistemas bancários, com o US Wells Fargo & Co. alegadamente se recusando a continuar operando como banco correspondente no ano passado.

Para defender sua reputação, a Bitfinex posteriormente recorreu a ações legais que foram rapidamente derrubadas ou se provaram simplesmente ameaças. No início deste ano, a decisão da Tether de dissolver seu relacionamento com um auditor terceirizado gerou novas preocupações na comunidade da criptomoeda.

Esta postagem será atualizada à medida que mais informações estiverem disponíveis.