Bitfinex retira US$ 89 milhões de carteira fria com aceno de êxodo de usuários em debate legal

exchange de criptomoedas Bitfinex retirou fundos no valor de quase US$ 90 milhões de sua carteira fria, mostram dados da blockchain reportados pelo canal de criptomoedas The Block e confirmado em 26 de abril.

A Bitfinex, que tem o mesmo dono da stablecoin USD Tether (USDT), não explicou publicamente o motivo dos saques, que ocorrem quando ambas as empresas enfrentam um novo desastre em relação a possíveis fundos em falta.

Mais ou menos nas últimas 12 horas, a Bitfinex transferiu grandes quantidades de Bitcoin (BTC) e Ether (ETH) de suas carteiras para endereços desconhecidos, juntamente com quantidades menores de outras moedas, como makerdao (MKR). revelou o recurso de monitoramento de transaões on-line Whale Alert.

Como relatado pelo Cointelegraph, o Procurador Geral dos Estados Unidos em Nova York acusou a Bitfinex de usar seu poder de Tether para cobrir uma lacuna de financiamento de US$ 850 milhões com reservas destinadas a apoiar a stablecoin.

A Bitfinex já desmentiu publicamente às acusações, repetindo em um post no blog que tanto sua plataforma quanto o Tether são financeiramente sólidos.

A disputa decorre de um acordo que a Bitfinex fez com o portal de pagamento Crypto Capital Corp. em 2018. O portal deveria ter lidado com os saques de usuários, mas, em vez disso, parecia manter os fundos, com a Bitfinex ainda por recuperá-los.

"Os documentos judiciais do Procurador Geral de Nova York foram escritos de má fé e estão repletos de afirmações falsas, inclusive sobre um alegado prejuízo de US$ 850 milhões na Crypto Capital", diz um comunicado divulgado na sexta-feira. Ele continua:

“Pelo contrário, fomos informados de que esses valores da Crypto Capital não estão perdidos, mas foram, de fato, apreendidos e salvaguardados. Estamos trabalhando ativamente para exercer nossos direitos e possibilidades de obter esses recursos liberados”.

Os últimos levantamentos coincidem com os usuários sinalizando que começaram a retirar fundos da Bitfinex como procedimento de salvaguarda, entre eles o empresário Alistair Milne, do Reino Unido, que retirou uma quantia não especificada de pelo menos US$ 1 milhão.