Bitcoin 'invade' a PagSeguro, por meio de parceria da Bancryp com empresa

A principal criptomoeda do mercado, o Bitcoin, vem crescendo em adoção no Brasil e agora o BTC 'invadiu' a PagSeguro, uma das principais processadoras de pagamento do país, por meio de uma parceria entre a companhia a empresa Bancryp, segundo reportagem publicada pelo CriptoFácil em 05 de novembro.

A parceria prevê que as 'maquininhas' da Bancryp aceitem também pagamentos em cartão e também realizem a 'conversão' automática dos BTC em reais para os lojistas que possuem a solução. No entanto o inverso não acontecerá ou seja, os terminais da PagSeguro não aceitaram, pelo menos neste momento, pagamentos em Bitcoin.

“Nosso objetivo sempre foi conquistar grandes parceiros, um movimento que só esperávamos em 2020, terminou acontecendo ainda este ano, estávamos e estamos falando com alguns grandes players de diversos setores e um dia surgiu a conversa com o Pagseguro", disse o CEO da Bancryp Elvis Lopes.

Segundo o CEO a  meta é implantar o mínimo de 25 mil maquininhas PagCryp, transacionando em média R$2,6 bilhões por ano entre Bitcoin, débito e crédito. A solução já está disponível em diversos estabelecimentos comerciais em Florianópolis.

Como noticiou o Cointelegraph, enquanto no Brasil empresas buscam integrar soluções de pagamento com cartão de crédito e criptomoedas, na Argentina o Banco Central proibiu o uso de cartões de crédito para a aquisição de Bitcoin.

Confira mais notícias