Empresa de ATMs de Bitcoin faz parceria com a maior operadora de shopping centers dos EUA

A empresa de caixas eletrônicos (ATM) de Bitcoin (BTC) Bitstop firmou parceria com a maior operadora de shopping centers dos Estados Unidos, Simon Malls, para instalar caixas eletrônicos de Bitcoin em várias localidades.

Conforme a BitStop anunciou em 26 de novembro, a empresa já instalou caixas eletrônicos Bitcoin em cinco localidades da Simon Malls na Califórnia, Flórida e Geórgia. O cofundador e CEO da Bitstop, Andrew Barnard, disse que as máquinas foram instaladas antes da temporada de festas de fim de ano:

"Com o timing estratégico desta nova instalação de caixas eletrônicos de Bitcoin nas localidades da Simon Mall, os clientes podem comprar com Bitcoins convenientemente enquanto realizam suas compras na black friday e nas férias de Natal."

A Bitsop, que diz ser licenciada e regulamentada, planeja aumentar sua rede de caixas eletrônicos em mais de 500 localidades até o final de 2020, segundo Barnard.

A nova parceria vem na sequência da instalação de um caixa eletrônico de Bitcoin da empresa no Aeroporto Internacional de Miami, como anunciado na metade de outubro. 

Rede global de ATMs de BTC em crescimento

Como o Cointelegraph noticiou no começo do mês, o número de caixas eletrônicos de Bitcoin instalados em todo o mundo ultrapassou um novo marco. Dados mostraram que já existem mais de 6.000 ATMs em todo o mundo, 65% deles nos Estados Unidos.

Ainda assim, as autoridades estão cada vez mais cautelosas com tais serviços. O chefe de investigação criminal do Serviço de Receita Federal dos Estados Unidos, John Fort, por exemplo, disse recentemente que a reguladora está investigando possíveis questões tributárias causadas por caixas eletrônicos e quiosques de Bitcoin.

Além de possíveis questões tributárias, Fort diz que os operadores de ATMs cripto devem ser obrigados a seguir as mesmas regras de identificação de identidade e contra lavagem de dinheiro seguidas por outras empresas relacionadas a criptomoedas.