Protótipo do Projeto de CBDC do Banco da Tailância está sendo finalizado pela R3 e Wipro

O consórcio blockchain R3 e a líder global de TI Wipro Limited desenvolveram um protótipo de solução blockchain para permitir o uso de moedas digitais para liquidações interbancárias na Tailândia, de acordo com press release de 7 de maio.

O comunicado diz que a solução será usada pelo banco central do país, o Banco da Tailândia (BoT), e oito bancos comerciais para liquidação bruta interbancária em tempo real descentralizada usando uma moeda digital do banco central (CBDC) no atacado.

Como parte da primeira fase do projeto, chamado Inthanon, a solução é baseada na platafórma blockchain de código aberto da R3 Corda, e busca expandir a expertise tecnológica do setor financeiro tailandês ao incorporar novas tecnologias e digitalização.

O projeto Inthanon foi anunciado em agosto de 2018, com o BoT revelando seus planos de criar uma opção de atacado para uma CBDC que limitasse seu uso a instituições financeiras e mercados, em contraposição a CBDC que pode ser usada pelo público em geral.

O diretor do BoT já havia declarado que levaria de três a cinco anos para as jurisdições globais migrassem de moedas fiduciárias para moedas digitais.

Recentemente, o maior banco comercial da Tailândia, Siam Commercial Bank, completou com sucesso um teste blockchain para pagamentos entre empresas interfronteiriço, juntamente com a estatal de petróleo PTT Exploração e Produção Public Company Limited.

Em 2 de maio, a deputada da Thai SEC Tipsuda Thavaramara declarou que a regulação que acabou de entrar em vigor no país permite a emissão de ações digitais e títulos tokenizados.