Catherine Bessant, CTO do Bank of America: não encontramos caso de uso de blockchain nas finanças

Catherine Bessant, diretora de tecnologia do Bank of America, admitiu que a instituição ainda busca casos de uso para blockchain no setor de serviços financeiros. Bessant fez os comentários em entrevista para a Bloomberg publicada em 14 de maio.

Falando`a  Bloomberg, Bessant disse que — apesar acreditar que essa tecnologia possui muito potencial — a blockchain é “cheia de som e fúria, ainda por acharem um significado". Ainda assim, ela disse que acreditava que a blockchain tem aplicação prática:

“Acredito que existem casos de uso que fazem sentido hoje, ainda precisamos encontrá-los na escala de serviçøs financeiros. Estamos experimentando bastanteI, temos mais patentes que qualquer outra instituição financeira no espaço blockchain, mas ainda precisamos encontrar algo que faça a diferença para nossos clientes ou nosso consumidor.”

A opinião de Bessant parece contrastar com o que ela disse em março, quando disse à CNBC que era pessimista com blockchain apesar do banco ter mais patentes que qualquer outra insituição financeira.

De acordo com o Crunchbase, o Bank of America tem receita estimada em US$ 91,1 bilhões e é uma das maiores insituições financeiras do mundo, atendendo quase 51 milhões de consumidores e pequenos empreendimentos.

Como o Cointelegraph reportou nesta semana, a empresa de softwares financeiros britânica Finastra desenvolveu com três bancos globais uma plataforma de empréstimos consorciados baseada na blockchain R3 Corda.