AT&T ganha um pouco e perde um pouco em dissolução de moção de caso de SIM Swap de US$ 24 milhões

O juiz federal responsável pelo caso Terpin vs. AT&T - uma batalha judicial relacionada à cripto roubado através de troca de SIM (SIM Swap) que já dura há quase um ano - negou a moção, reportou o TheBlock, serviço de notícias da indústria em 26 de julho.

Como o Cointelegraph havia informado anteriormente, em agosto do ano passado, Terpin entrou com uma ação contra a AT&T, já que ele acredita que a gigante de telecomunicações forneceu aos hackers acesso a seu número de telefone, o que levou a um grande roubo de cripto.

No início deste mês, o juiz federal que cuida do caso também negou a moção de dissolução do caso por parte da gigante de telecomunicações.

De acordo com a reportagem, o juiz indeferiu todas as causas de ação na denúncia - exceto uma ação declaratória - com permissão para uma emenda em 20 dias.

O tribunal constatou que, embora o autor estivesse certo de que a AT&T deveria ter previsto tais atos criminosos, “o sr. Terpin não consegue prover a causa imediata suficientemente. Terpin não consegue relacionat como a concessão de acesso de hackers/fraudadores ao número de telefone de Terpin resultou no desaparecimento de US$ 24 milhões.”

O advogado Stephen Palley comenta no artigo:

“Suspeito que o autor será capaz de superar a alegação de falha em uma alteração de alegação."

Palley explica que, embora a razão para essa dissolução possa ser resolvida com uma provável alteração, ainda está por ver se a AT&T poderá se defender alegando que os danos foram causados ​​por atos criminosos independentes de terceiros. Por fim, ele também apontou:

“Parece bastante surpreendente que um sofisticado detentor de cripto deixasse essa cripto em uma exchange, continuando a usar a autenticação de dois fatores por SMS com um telefone que já estava comprometido. Isso não é desculpa para a AT&T, mas, bem, você pode ver o barulho que eles farão.”

Como relatou o Cointelegraph em maio, Sean Coonce, gerente de engenharia na custodiante de criptomoedas BitGo, também anunciou que foi vítima de um hack de troca de SIM.