Atlas Quantum: 'não temos prazo para sanar e normalizar as solicitações de saque'

A empresa de arbitragem Atlas Quantum divulgou comunicado oficial nesta sexta-feira (27), informando que ainda não tem prazo para uma solução definitiva para os problemas enfrentados por seus clientes, que não conseguem retirar fundos deixados na plataforma.

Em nota divulgada em seu site oficial, a empresa afirma que o problema deve se estender por mais algum tempo, sem especificar quanto, e que está tentando processar pagamentos:

"Conforme adiantamos no comunicado do dia 18/09/2019 não temos prazo determinado para sanar e normalizar todas as solicitações de saques (previstas para 29/09). Relembramos que apesar dos atrasos os saques são processados, porém em menor volume."

O texto da empresa afirma ainda que, "desde que foi notificada pela CVM, tem negociado com o órgão a liberação de sua oferta de serviços de arbitragem", em referência à suspensão imposta pela autarquia.

O comunicado prossegue, dizendo que o Atlas "também está em contínua conversa junto às corretoras internacionais para o desbloqueio dos fundos e então resolver a dificuldade de liquidez na plataforma."

Clientes do Atlas Quantum não estão conseguindo retirar fundos investidos na empresa, em problema que teve início quando a CVM suspendeu a atuação da companhia, em agosto. 

No entanto, mesmo diante de tantos problemas, o Atlas anunciou, na última quinta-feira (26), a compra de sua concorrente AnubisTrade.