Em meio a golpes e Bitcoins travados em plataformas, Ministério da Segurança é convidado a debater como proteger investidores

Em meio a propagação de golpes baseado em Bitcoins e criptomoedas, no qual seus operadores aparentemente ficam ilesos e prejudicam milhares de pessoas, o Deputado Expedito Netto (PSD-RO) convidou o Ministério da Defesa, do Gabinete de Segurança Institucional e da Agência Brasileira de Informações para debater o tema no Congresso.

Segundo o deputado é importante não só debater a regulamentação das criptomoedas mas a proteção dos investidores e de seu portifólio custodiado em plataformas que, repentinamente, impedem seus usuários de terem acesso a seus criptoativos.

“Compartilhem com esta comissão as suas preocupações e sugestões com relação ao uso de moedas virtuais e das novas tecnologias digitais. Além disso, solicita-se que sejam compartilhados com esta comissão eventuais estudos em andamento ou finalizados, além da experiência internacional e das boas práticas com relação à utilização das moedas digitais e das novas tecnologias digitais, dentro de seu âmbito de atuação”, justifica o Deputado.

Expedito Netto é membro da Comissão Especial que debate a regulamentação das criptomoedas no Brasil por meio do PL 2303/2015, de autoria do também Deputado Aureo Ribeiro (SD-RJ).

Netto, que já chegou a pedir a proibição do Bitcoin no Brasil, deve divulgar seu parecer sobre o Projeto em 2020.