Bitcoin a $10K e mais forte do que nunca, mas parece que ninguém se importa, mostra o Google Trends

O Bitcoin (BTC) atingiu uma baixa de quatro meses nesta semana - como um termo de pesquisa no Google, com a fadiga e o tédio do mercado se espalhando para além dos traders.   

"Bitcoin" tem menor número de pesquisas no Google desde maio

Dados do Google Trends confirmam que o termo "Bitcoin" é menos popular agora do que em qualquer momento desde o final de abril.

Apesar de a maior criptomoeda ser negociada mais alto nesta semana do que naquela época - US$ 10.200 versus US$ 4.100 - parece que o Bitcoin atualmente atrai pouco interesse do mainstream.

Em uma escala normalizada de 1 a 100, o "Bitcoin" atualmente está em 38 no mundo todo, depois de atingir brevemente 100 no final de junho. Esse desempenho coincidiu com a alta de 2019 de US$ 13.800 atingida pelo par BTC/USD.

12-month worldwide Google search popularity for “Bitcoin.”

Popularidade mundial de pesquisas no Google por "Bitcoin" em 12 meses. Fonte: Google Trends

Interesse segue o preço

Como o Cointelegraph relatou anteriormente, a atenção principal tende a flutuar de acordo com a volatilidade dos preços do Bitcoin.

As pesquisas gerais dispararam desde o início de abril, quando o preço do Bitcoin começou a subir após meses de negociação de lado em torno de US$ 3.500.

Outros episódios de movimentos parabólicos também aumentaram a posição do Bitcoin, pois os principais títulos da mídia frequentemente escolhem cobrir o desempenho dos preços das criptomoedas em relação a qualquer outro evento.

O par BTC/USD permaneceu igualmente estável em torno dos US$ 10.000 desde meados de agosto, enquanto os comentaristas continuam sugerindo que a volatilidade está pronta para voltar durante o resto do ano.