10º aniversário do hard fork do Bitcoin: Geração do myGeNomeCoin

3 de janeiro de 2019 marca o décimo aniversário do lançamento do sistema Bitcoin. O Bitcoin, a primeira rede blockchain, é um sistema distribuído de registros de transações criados e atualmente armazenados em 10.028 nós em todo o mundo. No entanto, nenhuma cerimônia oficial está planejada para celebrar o aniversário, já que nenhuma entidade deve gastar seu próprio dinheiro em atividades de marketing que beneficiarão todo o sistema bitcoin. A GNC pode preencher o vazio e servir como um evento memorável para o décimo aniversário do Bitcoin.

A partir de 3 de janeiro de 2019 à 00:00 UTC, será feito um instantâneo do Bitcoin UTXO. Endereços que contenham Bitcoins nesse momento podem reivindicar o resgate do número de GNC correspondente ao número de Bitcoins que ele contenha. Em outras palavras, um detentor de bitcoins pode reivindicar GNC, um GNC por cada bitcoin que possuír.

O GNC é gerado por meio da abordagem incomum de “instantâneo” porque o ecossistema de Bitcoin e os detentores de Bitcoins têm um valor comprovado que pode atuar como o ativo subjacente do derivativo da GNC. O Bitcoin tem mais investidores de longo prazo do que outras criptomoedas e possui muitos detentores de longo prazo que não são facilmente influenciados por flutuações de preço. A comunidade de ecossistemas de Bitcoin comprovada é o melhor lugar para plantar as sementes de um ecossistema baseado na economia compartilhada do genoma, buscando a utilização dos dados do genoma enquanto protege os identificadores do genoma de cada usuário.

Existem duas grandes diferenças entre a geração do GNC e um hard fork comum.

  1. A diferença do GNC com qualquer outro hard fork anterior é que o GNC só pode ser solicitado dentro de determinado período de tempo (de fevereiro de 2019 a 31 de maio de 2019).
  2. Estimamos que pelo menos 5 milhões de GNC não serão reclamados devido à perda da senha. Vamos reviver esses GNC não reivindicados e usá-los para promover o bem público dos dados do genoma é a estrutura básica do projeto GNC. Imediatamente após a expiração do período de reclamação, todas as moedas não reclamadas na carteira da MyGenomeBox (MGB) acima de 3,3 milhões serão enviadas para um endereço irreversível e queimadas para evitar que o emissor exerça controle excessivo e minimize a incerteza.

Isso dará clareza ao número total de CNG em circulação e permitirá que o ecossistema GNC tenha um novo começo de maneira simples e transparente. O GNC é, portanto, diferenciado do Bitcoin, pois é improvável que a alta porcentagem de moedas adquiridas através de canais ilegais ou duvidosos participe.

O Bitcoin tem mais investidores de longo prazo do que outras criptomoedas e possui muitos detentores de longo prazo que não são facilmente influenciados por flutuações de preço. No entanto, não podemos esclarecer quem ainda é válido e justo. A geração de GNC permitirá a eliminação de moedas perdidas e moedas adquiridas ilegalmente - por carteiras de hackers - do fornecimento total de GNC e maior previsibilidade que do Bitcoin. Além disso, o GNC pode trazer transparência ao ecossistema do Bitcoin, uma vez que os padrões de reivindicação de GNC dos detentores de Bitcoins podem fornecer insights sobre a natureza dos endereços de grandes proprietários.

O GNC é o primeiro ecossistema de moedas do mundo a alavancar a comunidade Bitcoin. O ecossistema GNC começará com cerca de 80% do GNC sendo resgatado por detentores de Bitcoin. Esse valor de referência é o que diferencia o ecossistema GNC de um token de ICO, o emissor não precisa pré-vender nem emitir os tokens.

O GNC não segue o caminho da ICO típica. Ele não arrecada fundos vendendo grandes quantidades de moedas de forma adiantada. Em vez disso, cria um ecossistema em torno de uma moeda bem estabelecida porque o objetivo da venda de tokens é construir um ecossistema.

Três milhões de moedas na custódia da MGB serão distribuídas ao longo de um período de seis anos, de forma planejada, para minimizar o impacto no mercado. Eles também terão um papel vital na distribuição de moedas para recompensar aqueles que contribuem para o nosso objetivo social de promover o uso de dados do genoma para o interesse público. Por exemplo, pacientes com certas doenças precisam ser recompensados ​​se forem voluntários para compartilhar seus dados genômicos.

Agora a atenção é atraída para como a comunidade cripto reagirá a idéias provocativas de reviver moedas perdidas de Bitcoin. Quantos dos grandes detentores de Bitcoins reivindicarão o GNC e quantas carteiras vão movimentá-lo também é digno de nota.

Se você tiver dúvidas ou precisar de mais informações, visite www.mygenomecoin.com ou entre em contato com dshin1104@mygenomebox.com