Universidade de Yale investe em novo fundo de US $ 400 milhões com foco em cripto, diz relatório

A universidade norte-americana de Ivy League, Yale, é considerada um dos investidores que ajudaram a arrecadar US $ 400 milhões para um grande fundo focado em criptomoedas, relatou a Bloomberg em 5 de outubro.

O fundo, apelidado de "paradigma", alegadamente foi criado pelo co-fundador da Coinbase, Fred Ehrsam, ex-sócio da Sequoia Capital, Matt Huang, e Charles Noyes, ex-membro do fundo de cripto Pantera Capital.

 Dizem que Huang deixou a Sequoia em junho para começara a estabelecr o fundo junto com Ehrsam, segundo relatos do Wall Street Journal na época.

A Bloomberg citou hoje uma fonte anônima dizendo que a Yale, cuja dotação de US $ 30 bilhões é considerada a segunda maior entre as instituições de ensino superior dos EUA, fez um investimento de tamanho não revelado na Paradigm.

A Bloomberg informa ainda que 60% dos ativos da Yale para o ano fiscal de 2019 são destinados a "investimentos alternativos", incluindo "capital de risco (vc), fundos de cobertura e aquisições alavancadas".

De acordo com a Bloomberg, o fundo planeja investir em projetos focados em cripto “em estágio inicial”, novos blockchains e câmbio de avtivos digitais.

Neste verão, a Cointelegraph informou sobre um grupo de economistas da Yale que fez uma análise “abrangente” da “relação risco-retorno” das principais criptomoedas como o Bitcoin (BTC), o Ethereum (ETH) e o Ripple (XRP), com base em seus dados históricos de desempenho.