Fórum Econômico Mundial ainda não está pronto para liderar a revolução Blockchain

O Director Gerente do Fórum Econômico Mundial (WEF na sigla em inglês) Richard Samans disse que a organização internacional sem fins lucrativos ainda não está preparada para liderar a revolução Blockchain.

Ele explicou que alguns dos executivos mais importantes do grupo ainda têm muito a aprender sobre como a tecnologia Blockchain poderia ser usada de maneiras que poderiam beneficiar os membros da maioria da sociedade.

Samans compartilha:

"A maioria desta comunidade de nível de líderes não é muito versátil no Blockchain. Na verdade, eles podem conhecer o termo, mas eles não sabem muito sobre a tecnologia atual e sobre como ela pode ser aplicada de maneiras multifacetadas em toda a sociedade ".

Trabalhos preliminares na adoção da tecnologia Blockchain

O grupo de trabalho Blockchain do WEF lançou seu relatório detalhado escrito pelos cofundadores do Blockchain Research Institute, Don e Alex Tapscott, sobre como otimizar o efeito da tecnologia para melhorar a segurança, confiabilidade e eficiência das transações. O relatório também detalhou como os governos, empresas privadas e consórcios poderiam colaborar para atingir dito objetivo.

Grupos de trabalho do WEF

O WEF estabeleceu dois grandes grupos de trabalho para liderar a adoção de novas tecnologias, em particular a Blockchain. O primeiro grupo é o Conselho Futuro Global sobre o Futuro do Blockchain (Global Future Council on the Future of Blockchain).

Os membros do referido grupo incluem o diretor de tecnologia do R3, Richard Gendal Brown, o diretor executivo da Hyperledger, Brian Behlendorf, e Leanne Kemp, CEO da Everledger.

O segundo grupo, lançado em outubro de 2016, é o Quarta Revolução Industrial (Fourth Industrial Revolution). Entre os parceiros do grupo estão a Palantir Technologies, Kaiser Permanente, Salesforce e SAP. O grupo vem realizando pesquisas em áreas como as aplicações civis de drones, a tecnologia do livro gerencial distribuído (distributed ledger), bem como novas formas de usar a inteligência artificial.


Siga-nos no Facebook