Presidente do Banco Mundial: todos estão entusiasmados com o Blockchain, não com o Bitcoin

O presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim, era otimista em relação à tecnologia Blockchain quando falou com a CNBC durante uma entrevista. No entanto, ao mesmo tempo que expressava suas opiniões positivas sobre a tecnologia, ele apontou rapidamente que existem riscos quando se trata de derivados da tecnologia Blockchain, como o Bitcoin. Quando perguntado se as moedas baseadas no Blockchain eram viáveis, ele disse:

"A tecnologia Blockchain é algo sobre a qual todos estão entusiasmados, mas devemos lembrar que o Bitcoin é uma das poucas instâncias [do uso da Blockchain na moeda]. E as outras vezes em que o Blockchain foi usado eles eram basicamente esquemas Ponzi, então é muito importante que, se avançarmos com isso, tenhamos a certeza de que não vai ser usado para explorar".

O Banco Mundial funciona como uma casa de crédito para os governos nacionais, a fim de fornecer o capital necessário. A instituição já considerou as soluções de tecnologia Blockchain há algum tempo, particularmente em áreas de transparência financeira.

À medida que a entrevista progrediu, os pontos de vista de Kim sobre o Bitcoin tornaram-se mais claros, ao compará-lo ao gigante chinês Alibaba, em termos de velocidade e precisão de transações. Ele comentou que com o Alibaba, uma transação de US $ 160.000 leva apenas "três segundos" e que a empresa conseguiu avaliar a capacidade de crédito da transação nesse período de tempo. A implicação é que o Bitcoin é desnecessário quando modelos legados podem fazer coisas semelhantes.


Siga-nos no Facebook