Por que os investidores de Ethereum ainda não quebraram

Em uma entrevista com a Vice, seis comerciantes de Ethereum, incluindo físicos, cientistas, empresários e estudantes, explicaram por que eles não estão prontos para retirar suas economias armazenadas no token nativo de Ethereum, o Ether.

 

Ao longo do ano passado, dentro de um período de 12 meses, o preço do Ether do Ethereum subiu de US$ 10 para US$ 242, aumentando uma taxa impressionante de 2.320 por cento. Com um investimento inicial de cerca de US$ 10.000, alguns comerciantes da Ethereum, incluindo Jason Pappafotis, um físico de 37 anos, baseado no Alabama, registraram centenas de milhares de dólares em lucro.

No entanto, a maioria dos comerciantes não pretende retirar seus investimentos no futuro próximo, considerando o potencial da rede Ethereum e as expectativas do setor em aplicações descentralizadas e organizações autônomas descentralizadas.

Visão de longo prazo

O Ethereum experimentou um rápido aumento de valor, principalmente devido ao surgimento da Enterprise Ethereum Alliance (EEA) e do mercado inicial de oferta de moedas (ICO na sigla en inglês). Recentemente a Cointelegraph informou que o mercado da ICO atravessou a marca de US$ 1 bilhão, tornando-se oficialmente um mercado de bilhões de dólares por conta própria.

Apesar da falta de produtos viáveis ​​e bases de usuários ativos, as ICOs continuam atraindo mais investidores da comunidade de criptomoeda e dos investidores institucionais.

Conhecendo
A Vice conversou com seis investidores iniciais do Ethereum que investiram no Ether desde a sua pré-venda ou desde 2015. A maioria dos comerciantes e investidores da Ethereum, bem como outras criptomoedas como Litecoin e Ethereum Classic, estão investindo seu dinheiro em moedas e ativos digitais Para obter uma compreensão mais completa da estrutura, políticas monetárias e propósitos dessas criptomoedas.

Em maio, a empresa de investimentos de vários bilhões de dólares Fidelity revelou que está minando Ethereum e utilizando Ethereum e Bitcoin como pagamentos, a fim de compreender melhor as duas tecnologias.

"Construímos provas de conceitos que aceitam as microtransações do Bitcoin. Criamos pequenas operações de mineração de Bitcoin e Ethereum, apenas realizadas no espírito da aprendizagem", disse o presidente da Fidelity, Abigail Johnson.

No entanto, a grande maioria dos primeiros investidores investiram em Ethereum pela sua visão de longo prazo de estabelecer um ecossistema para aplicações descentralizadas; um ecossistema sem censura, transparente e justo para usuários, desenvolvedores e partes interessadas.

Experimentos
Atualmente, uma ampla gama de organizações estão experimentando a rede Ethereum e sua tecnologia de contrato inteligente. Algumas empresas multimilionárias no EEA, incluindo a BHP Billiton, a JPMorgan Chase e a Microsoft, estão tentando usar contratos inteligentes para automatizar determinados processos e operações.

Quando as empresas comercializarem o Ethereum e seu framework para aplicações descentralizadas com sucesso, a rede Ethereum começará a lidar com bases de usuários reais. Como o cofundador da Coinbase, Fred Ehrsam, enfatizou no passado, para que o Ethereum manipule um dos 10 milhões de usuários ativos, ele precisará aumentar em um fator de 100 vezes.

Ainda assim, uma comunidade de desenvolvimento muito ativa está trabalhando para dimensionar a rede Ethereum diariamente e os comerciantes estão considerando o desenvolvimento a longo prazo do Ethereum.

"Muitas pessoas me disseram para retirar dinheiro. Mas eu não fiz isso. Este é apenas o começo ", disse um investidor inicial em Ethereum à Vice.
Voltar ao presente
Escolher arquivos
Mais

 

Over the past year, within a 12-month period, the price of Ethereum’s Ether increased from $10 to $242, increasing by a staggering rate of 2,320 percent. With an initial investment of around $10,000, some Ethereum traders including Jason Pappafotis, a 37-year-old physicist based in Alabama, recorded hundreds of thousands of dollars in profit.

Yet, most traders don’t intend to cash out their investments in the near future, considering the potential of the Ethereum network and the industry’s expectations for decentralized applications and decentralized autonomous organizations.

Long-term vision

Ethereum has experienced a rapid increase in value, primarily due to the emergence of the Enterprise Ethereum Alliance (EEA) and the initial coin offering (ICO) market. Recently, Cointelegraph reported that the ICO market crossed the $1 bln mark, officially becoming a billion dollar market on its own.

Despite the lack of viable products and active user bases, ICOs are continuing to attract more investors from both the cryptocurrency community and institutional investors.

Getting to know

Vice spoke to six early investors in Ethereum that have held Ether either since its pre-sale or since 2015. Most traders and investors in Ethereum, as well as other cryptocurrencies such as Litecoin and Ethereum Classic, are investing their money in digital currencies and assets to obtain a more thorough understanding of the structure, monetary policies and purposes of these cryptocurrencies.

In May, multi-billion dollar investment firm Fidelity revealed that the company has been mining Ethereum and utilizing both Ethereum and Bitcoin as payments in order to grasp a better understanding of the two technologies.

"We have built proofs of concepts that accept Bitcoin micro-transactions. We set up small Bitcoin and Ethereum mining operations, just done in the spirit of learning,” said Fidelity CEO Abigail Johnson.

However, the vast majority of early investors have invested in Ethereum for its long-term vision of establishing an ecosystem for decentralized applications; an ecosystem that is censorship-free, transparent and fair for users, developers and stakeholders.

Experiments

Currently, a wider range of organizations are experimenting with the Ethereum network and its smart contract technology. Some multi-billion dollar companies within the EEA including BHP Billiton, JPMorgan Chase and Microsoft, are attempting to use smart contracts to automate certain processes and operations.

When companies successfully commercialize Ethereum and its framework for decentralized applications, the Ethereum network will start to handle actual user bases. As Coinbase co-founder Fred Ehrsam emphasized in the past, in order for Ethereum to handle one to 10 mln active users, it will need to scale by a factor of 100 times.

Still, a very active development community is working to scale the Ethereum network on a daily basis and traders are considering the long-term development of Ethereum.

“A lot of people have told me to cash out. But I didn’t do it. This is only the beginning,” an early investor in Ethereum told Vice.