Quando vender o Bitcoin? 'Nunca', diz Mark Yusko, que compara o BTC às ações da Amazon

O Bitcoin (BTC) é uma compra e nunca foi o momento certo para vendê-lo, disse o gerente de investimentos em série Mark Yusko aos telespectadores da grande mídia.

Yusko sobre o Bitcoin: Todos os indicadores estão subindo

Falando à CNBC em uma entrevista em 27 de setembro, o fundador, CEO e diretor de investimentos da Morgan Creek Capital Management comparou a história de dez anos do Bitcoin à da Amazon.

Ele estava respondendo às preocupações da apresentadora de criptomoedas Melissa Lee sobre o preço do Bitcoin, que caiu abaixo de US$ 8.000 na quinta-feira.

Para Yusko, enquanto o preço do Bitcoin pode subir e descer, o crescimento ano a ano dá uma sólida razão para comprá-lo e não vendê-lo.

“Todos os indicadores da rede e o valor da rede estão subindo; o preço de qualquer ativo flutua”, explicou.

Os exemplos incluem taxa de hash da rede, volume de transações e números de carteira, os quais continuaram sua trajetória ascendente este ano.

Apostar em um retorno do otimismo

Yusko concluiu assim que vender Bitcoin seria como vender ações da Amazon - até agora, não havia um ponto vantajoso nisso.

"Em todos os anos, inclusive neste ano, houve uma queda de dois dígitos. O pico médio: 31%, duas vezes 90%. Quando foi a hora certa de vender? Nunca - disse ele.

No início deste mês, o cofundador da Fundstrat Global Advisors, Tom Lee, previu que o Bitcoin se recuperaria assim que o S&P 500 chegasse a novos picos.