Não podemos mais manter as criptos sob controle diz político russo sênior

O primeiro vice-primeiro ministro da Rússia, Igor Shuvalov, tem repetido os planos de que o país adotará sua própria criptomoeda.

Falando à rede local de notícias RBC sobre a tão falada 'BitRuble', Shuvalov disse que o serviço de segurança russo, o FSB, já estava considerando possíveis lacunas de segurança antes do tempo.

"Eu sou um defensor de um criptorrublo que já está ocorrendo", disse ele. "Discutindo o Blockchain, concordamos em agir com cuidado - o governo, o banco central e o FSB".

Em consonância com comentários anteriores sobre a natureza controlada de uma futura moeda baseada em Blockchain, Shuvalov reiterou que não deveria haver risco de "prejudicar a economia nacional".

"Nós não podemos manter criptomoeda sob controle por mais tempo - o fenômeno continuará avançando", disse ele. "Deve, no entanto, avançar de forma a não prejudicar a nossa economia nacional, mas fortalecê-la".

As fontes governamentais já haviam afirmado que o BitRuble seria a única criptomoeda comercializável ofocialmente sancionada uma vez lançada, enquanto que os regulamentos rígidos e rápidos sobre o Bitcoin e outros criptoativos são esperados para o ano que vem.

Ao mesmo tempo, o assessor de Putin, Dmitry Marinichev recentemente sinalizou o desejo de um relacionamento de longo prazo com o Bitcoin, já que o Kremlin procura encurralar o mercado de mineração.

A China é o principal alvo, a Rússia espera que uma eletricidade mais barata induza o interesse dos investidores na potencial operação de mineração de US$ 100 milhões na perspectiva de Marinichev.